Opções

Ache fácil

A APLB-Sindicato promove encontro e bate papo com gestores da rede estadual

Na tarde desta terça-feira (09), a APLB-Sindicato reuniu gestores da rede estadual de ensino no auditório da sede, para um bate papo sobre direitos e deveres dos trabalhadores em educação. No encontro foram destacadas as recentes conquistas garantidas à categoria em decorrência da firme atuação da APLB, mas também foram abordados alguns direitos dos trabalhadores que não vêm sendo atendidos pela gestão, a exemplo da licencia premio, à qual os diretores de escolas têm direito legal, mas não usufruem.

Além do Professor Rui Oliveira, coordenador-geral da APLB-Sindicato, também fizeram parte da mesa q Professora Maria de Fátima Costa, coordenadora de Desenvolvimento da Educação Básica do NTE-26, o Prof. Ricardo Monteiro, coordenador do Fórum de Gestores, e o Prof. Luís Henrique, também do Núcleo Territorial da Educação – NTE -26.

Apesar de externarem algumas criticas à gestão estadual, a maioria dos que se pronunciaram destacaram que o Estado da Bahia é um dos poucos que tem feito o dever de casa, principalmente no que diz respeito ao pagamento dos salários em dia, inclusive o terço de férias que saiu em dezembro.

O coordenador da APLB destacou que os gestores, por falta de conhecimento e informações, acabam não tendo acesso a alguns direitos, inclusive com perdas financeiras, e  conclamou a todos para continuarem unidos e atentos a seus direitos como professores.  Rui propôs a construção de uma agenda, com uma pauta propositiva, bem como de um documento para ser entregue ao governador, com a pauta de reivindicações da categoria, com a cobrança de respostas até o mês de março.

Ricardo Monteioro, do Fórum de Gestores, reconhece a dificuldade de fruição da licença premio pelos gestores de escola, mas defende que a mesma seja compensada por pecúnia. Ele propôs um próximo encontro do grupo para o dia 13 de março.

Top