Opções

Ache fácil

Comunidade da Escola Municipal Vale das Pedrinhas está indignada com a imposição da Secretaria Municipal da Educação de extinguir o tempo integral da escola

 

Na manhã desta quinta-feira, 8, a direção da APLB esteve na Escola Municipal do Vale das Pedrinhas, onde participou de uma reunião com pais, a gestão da escola e o representante da GRE para tratar sobre a decisão da SMED de transformar a unidade, que oferece ensino em tempo integral, há anos, para tempo parcial, com a implantação do Mais Educação, sob a alegação de falta de estrutura da unidade.

A comunidade escolar está indignada com a decisão da SMED e exige a reestruturação e a manutenção do pleno funcionamento do tempo integral na escola, inclusive, os pais estão encaminhando um abaixo-assinado ao secretário da educação, Bruno Barral, exigindo a manutenção do tempo integral.

A APLB-Sindicato  reafirma o seu  posicionamento contra  o fechamento de escolas da rede e a desativação de turmas e turnos, implantados pela gestão municipal de forma autoritária e sem diálogo com as comunidades escolares atingidas, e continuará vigilante e acompanhando  esta e todas as escolas que sofrem problemas com o desmonte da educação realizado pela atual gestão do município de Salvador.

É inaceitável que uma cidade na qual faltam mais de 100 mil vagas para Educação Infantil, promova um programa de extinção de escolas, turmas e turnos, afetando dezenas de escolas.

Por isso, a APLB está convocando a categoria e a população de Salvador, a se unirem no Dia Municipal de Luta Contra o Fechamento de Escolas, que vai acontecer no próximo dia 14 de dezembro, às 9 horas, com a realização de um grande ato na frente da SMED, para protestar contra esta situação.

 

Top