APLB-Sindicato – Rede Estadual e Interior – A greve continua. Nesta segunda-feira tem bazar na Praça da Piedade, às 9 horas. Terça, 29, tem assembleia

A greve continua. Nesta segunda-feira tem bazar na Praça da Piedade, às 9 horas. Terça, 29, tem assembleia

27 de maio de 2012 213

Em assembleia realizada na manhã de terça-feira, 22 de maio de 2012, a categoria decidiu manter a greve. Até o momento o governo não sinalizou, nem sequer cogitou sentar-se à mesa de negociação para conversar com os representantes dos trabalhadores em educação.

Veja a agenda das atividades da greve, lembrando que no interior do Estado os trabalhadores fazem reuniões e assembleias nas regionais:

AGENDA DE ATIVIDADES NAS ZONAIS

 SÃO CAETANO
 QUARTA-FEIRA, 23/05, 9H – CARRO DE SOM NA COMUNIDADE DE VALÉRIA, CHAMANDO A COMUNIDADE PARA UMA PASSEATA NA QUINTA-FEIRA
 QUINTA-FEIRA, 24/05 – PASSEATA COM PANFLETAGEM NO BAIRRO DE VALÉRIA. CONCENTRAÇÃO: A PARTIR DAS 09H, NO MERCADO DAMASCENO, NA ENTRADA DE VALÉRIA.
 ORLA I
 SEGUNDA-FEIRA, 28/05, 9H – BAZAR NA PIEDADE
 ORLA II
 SÁBADO, 26/5, 14H – PANFLETAGEM NO PARQUE SÃO CRISTÓVÃO
 SEGUNDA-FEIRA, 28/5, 09 – ASSEMBLÉIA ZONAL NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
ZONAL LIBERDADE
SEGUNDA-FEIRA, 28/05, DAS 11:30 ÀS 13:30H – ATIVIDADE COM CARRO DE SOM E PANFLETAGEM. CONCENTRAÇÃO: PORTÃO DA ESCOLA CLASSE 2.

213 Comentários »

  1. angela maria cabral nicory 31 de maio de 2012 at 0:05 - Reply

    vergonha e transparencia e o que falta para acabar com esse impasse.

  2. angela maria cabral nicory 31 de maio de 2012 at 0:04 - Reply

    cade a transparencia do governo e sec de educaçao se e que podemos char isso de educaçao……………………

  3. angela maria cabral nicory 31 de maio de 2012 at 0:01 - Reply

    com certeza as escolas que estao funcionando,nao tem educador…………………………..enganando os pobre dos alunos sao eles que elegem,essesimresponsaveis,eu nunca votei no PT,partido dos traidores……………..

  4. Débora Julia Pereira 30 de maio de 2012 at 13:20 - Reply

    Prezados/as, Diretores/as,

    Solicitamos à todos/as que identifiquem a possibilidade de uma reunião com os professores/as da – e na sua respectiva – unidade escolar para que possamos dialogar sobre o cenário da educação no estado da Bahia.

    Em caso positivo favor sugerir uma data para que possamos verificar o agendamento.

    Desde já agradeço.

    Saudações,

    Rainer Wendell

    Diretor Regional de Educação – DIREC 1A

    (71) 3243-8812 / 3242-5375 R-207 /

  5. Alagoinhas 30 de maio de 2012 at 10:00 - Reply

    Verifiquei minha conta o governo ñ depositou o salário, em quantos dias a liminar obriga a depositar o salário?

  6. Ana Carolina 29 de maio de 2012 at 22:29 - Reply

    O GOVERNO WAGNER NA ILEGALIDADE: CADÊ O FUNDEB?

    O GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA, APÓS LIMINAR FAVORÁVEL AO PAGAMENTO DOS SALÁRIOS DOS PROFESSORES DA REDE PÚBLICA HÁ 49 EM GREVE, ANUNCIA ATRAVÉS DA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO QUE NÃO ATENDERÁ A LIMINAR.

    MANTENDO-SE NA INTRANSIGÊNCIA EM NÃO PAGAR O REAJUSTE DE 22,22% AOS PROFESSORES, CONFORME ESTABELECE A LEI FEDERAL, LEI DO PISO, O GOVERNO DA BAHIA… INSISTE NA ILEGALIDADE QUANDO SE RECUSA À ABERTURA DAS CONTAS DO FUNDEB (FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA E A VALORIZAÇÃODOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO), FUNDO ESTE, QUE MEDIANTE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO GOVERNO ESTADUAL AO GOVERNO FEDERAL, PODE SER COMPLEMENTADO POR ESTE ÚLTIMO SE NÃO HOUVER OS RECURSOS SUFICIENTES.

    SENDO UM DEVER DO ESTADO A TRANSPARÊNCIA DO USO DE RECURSOS PÚBLICOS E UM DIREITO DO CIDADÃO O ACESSO À MESMA, NÓS, PROFESSORES DA REDE PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA , PERGUNTAMOS:

    GOVERNADOR, POR QUE NÃO ABRE AS CONTAS DO FUNDEB?

    QUEM NÃO DEVE, NÃO TEME!

    Educadores do estado da Bahia

  7. Serenidade 29 de maio de 2012 at 12:04 - Reply

    Bom dia a todos.
    Essa vitória já era esperada. Mais cedo ou mais tarde aconteceria. Afinal, não entramos na greve para pedir salários cortados ilegalmente.
    A grande questão é: E o piso? E 0s 22,22%? Como andam as negociações? Infelizmente…não andam. Até quando?
    Abraços. Firmes na luta!!

  8. SEM DINHEIRO 29 de maio de 2012 at 9:41 - Reply

    EM DIÁLOGO SECRETO!

    - Candidato
    E a agora chefe como vai ser minha campanha, vai ter que pagar os salários e divulgar o dinheiro do Fundo???? O que vou fazer?
    - Traidor: o jeito agora é ligar para Brasilia, vamos dar um jeito companheiro!!!!!!!

  9. Maria 29 de maio de 2012 at 0:43 - Reply

    Colegas PARABÉNS ! !

    AGRADEÇO a TODOS pela UNIÃO !

    FIRME VENCEREMOS !

  10. Luana 29 de maio de 2012 at 0:00 - Reply

    ” Resisti ao diabo e ele figirá de vós” Cada um de nós é que sabe o que tem passado nessa greve,mas sabemos também que não podemos recuar.
    Firme e de cabeça erguida para a garantia de diias melhores.

  11. Roberto 28 de maio de 2012 at 23:02 - Reply

    GRANDE VITORIA DOS PROFESSORES SAIU A SENTENÇA! 28/052012

    Leia mais: http://infor-publico.webnode.com//

    • Luana 28 de maio de 2012 at 23:53 - Reply

      GRANDE VITORIA DOS PROFESSORES SAIU A SENTENÇA! 28/052012

      Leia mais: http://infor-publico.webnode.com//

      “Mas, se ergues da justiça a clava forte,verás que um filho teu não foge à luta”

  12. WILSON TEIXEIRA 28 de maio de 2012 at 22:42 - Reply

    PARABÉNS PROFESSORES!
    Vencemos uma batalha! Vamos continuar na LUTA!!!!
    Wagner vai ter de pagar nossos salários, veja notícia no site INFORMAÇÂO PÙBLICA.
    Recebido do Relator pela Secretaria de Câmara para Cumprir
    COM DECISÃOO EM 02 LAUDAS.

    28/05/2012

    Remetido – Origem: Relator Destino: Secretaria de Câmara (Cumprir)

    28/05/2012

    Concedida a Medida Liminar
    Vistos estes autos. APLB-Sindicato dos Trabalhadores Em Educação do Estado Da Bahia, representado, em aditamento à petição inicial reitera pedido concernente a concessão de liminar visando suspensão do ato guerreado, violador de direito líquido e certo, consubstanciado na concretização ilegal, ilegítima e injusta da suspensão do pagamento de vencimentos/remuneração dos Professores do Estado da Bahia (verba de natureza alimentar) em decorrência de movimento paredista e, por conseguinte, compelir as autoridades impetradas ao restabelecimento do pagamento imediato dos valores devidos viabilizando descontos de empréstimos consignados, inclusive referentes a previdência e imposto de renda, além de acesso dos docentes seus familiares e dependentes conveniados ao PLANSERV – PLANO DE SAÚDE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DA BAHIA., evitando comprometimento da saúde dos mesmos, sobretudo dos portadores de doença crônica, necessitados de tratamento habitual e permanente. Alega ainda, em síntese, a presença dos requisitos autorizadores do deferimento do pedido liminar; o descumprimento, pela Administração Pública, de acordo firmado referente a reajuste de salário; “inexistência de lei de greve específica onde esclareça como deverá ser o posicionamento da Administração Pública no tocante aos dias parados nos movimentos grevistas”; inexistência de norma legal autorizando o desconto na folha de pagamento do funcionalismo; a prevalência dos princípios de devido processo legal e da dignidade da pessoa humana sobre a ausência de norma regulamentadora; a constatação, em site portaldoservidor.ba.gov.,onde disponibilizados os contracheques dos servidores, comunicação ao professores de que só teriam acesso a tal documento a partir de 27 de abril de 2012, em razão da apuração das faltas realizadas através dos Diretores Regionais – DIRECS, com objetivo de suspensão de pagamento de vencimentos sem observância do devido processo legal, violando princípio da dignidade da pessoa humana assegurado na Carta Magna. Tece considerações sobre a diferença entre greve e falta ao serviço; compensação de aulas no período de greve; incompatibilidade de “descontos e ou suspensão de salários com exigência de reposição de aulas” a proporcionar enriquecimento ilícito da Administração Pública. Exibe documentos. É o relatório Admissível a medida concessiva da liminar pleiteada suspendendo, provisoriamente, o ato motivador da ação mandamental, sem configurar prejulgamento, em sendo relevante o fundamento do pedido e podendo resultar na ineficácia da medida, na hipótese de concessão da segurança. Convicta, atualmente, da presença do “fumus boni juris” e do ” periculum in mora” concedo a liminar perseguida, possibilitando o restabelecimento imediato do pagamento dos salários dos professores, supostamente suspensos em decorrência do referido movimento paredista e, por conseguinte, o acesso dos conveniados ao PLANSERV – PLANO DE SAÚDE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA BAHIA. Notifiquem-se as autoridades indigitadas coatoras visando o cumprimento imediato da decisão concessiva da liminar e prestação de informações pertinentes, no prazo legal, encaminhando-se-lhes segunda via da petição inicial e cópias de peças exibidas. Cite-se Estado da Bahia, na pessoa de seu Procurador Geral, possibilitando integração à lide. Oportunamente, decorridos os prazos para manifestações, ouça-se a douta Procuradoria de Justiça. Publique-se. Intimem-se. Cumpram-se formalidades legais.

    28/05/2012

    Recebido pelo Relator da Secretaria de Camara

    Leia mais: http://infor-publico.webnode.com/
    Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br

  13. simone 28 de maio de 2012 at 22:41 - Reply

    Boa noite companheiros! Sou mãe de um aluno da rede estadual e professora do Município. É revoltante esta situação!!! Apoio o Movimento e gostaria de participar, mas estou na escola. Fora Wagner sempre fui simpatizante da esquerda e na minha opinião o PT acabou na Bahia. Que nas eleições ninguém tenha memória curta.Força colegas a luta deve continuar!

  14. Maria José 28 de maio de 2012 at 22:02 - Reply

    PROFESSORES MERECEM RESPEITO!
    GOVERNADOR E SEUS COMPARSAS MERECEM >………………………………………..

  15. Anderson Henrique 28 de maio de 2012 at 22:01 - Reply

    Estou sem nenhum tostão, cheio de dívidas e juros para pagar, mas estou muito feliz com a garra e a determinação dos professores da rede pública do nosso estado. Parabéns professores! Nós somos fortes. Vamos derrotar este tiraninho imoral.

  16. Maria José 28 de maio de 2012 at 22:00 - Reply

    Cachoeira tá certo! Nesse país só tem valor quem é ladrão de gravata. Sabemos com bastante certeza que a Mafia é grande e por isso que hj temos um carioca no poder, que deve ter vindo de lá porque não tinha campo pra ele por lá, acho que aprontou muitas e veio mexer com os moradores do estado baiano, será que não temos presidenta no poder? Somos desconhecidos para a Dilma? Será que ela n tem conhecimento do que está acontecendo aqui?O que o governador dela está fazendo com os eleitores? Pensem nisso gente pelo amor de deus. somos gente!Pensem nas eleições que está na porta.

  17. Maria 28 de maio de 2012 at 21:59 - Reply

    CONCEDIDA A MEDIDA LIMINAR:

    NOSSOS PAGAMENTOS SERÃO REPOSTOS!
    Impetrante: Aplb – Sindicato dos Trabalhadores Em Educação do Estado da Bahia
    Advogado: Rita de Cassia de Oliveira Souza
    Impetrado: Governador do Estado da Bahia
    Exibindo 5 últimas. >>Listar todas as movimentações.
    Movimentações
    Data Movimento
    28/05/2012 Recebido do Relator pela Secretaria de Câmara para Cumprir
    COM DECISÃOO EM 02 LAUDAS.
    28/05/2012 Remetido – Origem: Relator Destino: Secretaria de Câmara (Cumprir)
    28/05/2012 Concedida a Medida Liminar
    Vistos estes autos. APLB-Sindicato dos Trabalhadores Em Educação do Estado Da Bahia, representado, em aditamento à petição inicial reitera pedido concernente a concessão de liminar visando suspensão do ato guerreado, violador de direito líquido e certo, consubstanciado na concretização ilegal, ilegítima e injusta da suspensão do pagamento de vencimentos/remuneração dos Professores do Estado da Bahia (verba de natureza alimentar) em decorrência de movimento paredista e, por conseguinte, compelir as autoridades impetradas ao restabelecimento do pagamento imediato dos valores devidos viabilizando descontos de empréstimos consignados, inclusive referentes a previdência e imposto de renda, além de acesso dos docentes seus familiares e dependentes conveniados ao PLANSERV – PLANO DE SAÚDE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DA BAHIA., evitando comprometimento da saúde dos mesmos, sobretudo dos portadores de doença crônica, necessitados de tratamento habitual e permanente. Alega ainda, em síntese, a presença dos requisitos autorizadores do deferimento do pedido liminar; o descumprimento, pela Administração Pública, de acordo firmado referente a reajuste de salário; “inexistência de lei de greve específica onde esclareça como deverá ser o posicionamento da Administração Pública no tocante aos dias parados nos movimentos grevistas”; inexistência de norma legal autorizando o desconto na folha de pagamento do funcionalismo; a prevalência dos princípios de devido processo legal e da dignidade da pessoa humana sobre a ausência de norma regulamentadora; a constatação, em site portaldoservidor.ba.gov.,onde disponibilizados os contracheques dos servidores, comunicação ao professores de que só teriam acesso a tal documento a partir de 27 de abril de 2012, em razão da apuração das faltas realizadas através dos Diretores Regionais – DIRECS, com objetivo de suspensão de pagamento de vencimentos sem observância do devido processo legal, violando princípio da dignidade da pessoa humana assegurado na Carta Magna. Tece considerações sobre a diferença entre greve e falta ao serviço; compensação de aulas no período de greve; incompatibilidade de “descontos e ou suspensão de salários com exigência de reposição de aulas” a proporcionar enriquecimento ilícito da Administração Pública. Exibe documentos. É o relatório Admissível a medida concessiva da liminar pleiteada suspendendo, provisoriamente, o ato motivador da ação mandamental, sem configurar prejulgamento, em sendo relevante o fundamento do pedido e podendo resultar na ineficácia da medida, na hipótese de concessão da segurança. Convicta, atualmente, da presença do “fumus boni juris” e do ” periculum in mora” concedo a liminar perseguida, possibilitando o restabelecimento imediato do pagamento dos salários dos professores, supostamente suspensos em decorrência do referido movimento paredista e, por conseguinte, o acesso dos conveniados ao PLANSERV – PLANO DE SAÚDE DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA BAHIA. Notifiquem-se as autoridades indigitadas coatoras visando o cumprimento imediato da decisão concessiva da liminar e prestação de informações pertinentes, no prazo legal, encaminhando-se-lhes segunda via da petição inicial e cópias de peças exibidas. Cite-se Estado da Bahia, na pessoa de seu Procurador Geral, possibilitando integração à lide. Oportunamente, decorridos os prazos para manifestações, ouça-se a douta Procuradoria de Justiça. Publique-se. Intimem-se. Cumpram-se formalidades legais.
    28/05/2012 Recebido pelo Relator da Secretaria de Camara
    Lícia de Castro Laranjeira Carvalho
    22/05/2012 Remetido – Origem: Secretaria de Câmara Destino: Relator

  18. Roberto 28 de maio de 2012 at 21:29 - Reply

    ATENÇÃO!

    Repassando e fiquemos atentos.

    Soube, de fonte confiável, que o nosso Exmº governador ordenou uma força tarefa para o grupo de “colegas professores” do MTEC no IAT preparar para, a partir da próxima segunda feira, ministrar aulas de video conferência para o segundo grau do interior, para com isso, minar o nosso movimento. Eles estão se preparando. Na entrevista para Varela o governador mencionou que estava se preparando para resolver o problema DE FALTA DE AULAS e é através dos pelegos do IAT que ele começa a minar a nossa greve. VAMOS DIVULGAR!!!!

    FORÇA COLEGAS. A LUTA CONTINUA.

  19. João Pedro 28 de maio de 2012 at 21:02 - Reply

    SENHORES, EU NUNCA PENSEI QUE VOCÊS FOSSEM RESISTIR TANTO. AGORA É NÃO VOLTAR AS AULAS, SÓ VOLTEM COM OS 22,22% PAGOS.
    O GOVERNO JÁ DEIXOU A GREVE DURAR 48 DIAS.
    AGORA TEM QUE SER PAGO NUMA PARCELA SÓ.
    VAMOS LÁ SENHORES
    FORÇA

  20. EDSON 28 de maio de 2012 at 20:33 - Reply

    Nessa altura dos acontecimentos, os professores não devem recuar. Muito pelo contrário, este é o grande momento da classe de professores mostrar a sua força na busca do seu real valor dentro da sociedade. Um recuo sem vitória seria um suicídio da classe. Avante companheiros!
    Com União, fé, coragem e determinação vamos vencer. A classe unida jamais será vencida.

  21. VITÓRIA 28 de maio de 2012 at 19:33 - Reply

    PROFESSORES DE AMÉLIA RODRIGUES FIRMES E FORTES NA LUTA.

  22. Jader 28 de maio de 2012 at 19:05 - Reply

    SERÁ QUE DEPOIS DESSA GREVE DE PROFESSORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO , O PT AINDA VAI TER A CARA DEPAU DE LANÇAR CANDIDATOS A PREFEITOS? sERÁ QUE A DESINFORMAÇÃO NO BRASIL E NABAHIA É GRANDE ASSIM? dAREMOS O TROCO A ELES ,TRAÍDORES DO POVO !GENTE SEM VERGONHA QUE SÓ SABIA MENTRI ,MAS .,GRAÇAS A DEUS O POVO TÁ ACORDANDO E DESTRUIRÁ ESSA CHAGA DO BRASIL ,ESSE PARTIDO ENGANADOR E REACIONÁRIO!

  23. André 28 de maio de 2012 at 18:45 - Reply

    Tive uma ideia,amanhã todos que forem para a assembleia leva um cartão vermelho pra Wagner e deixa em frente a governadoria. Quem topa?
    Quanto aos nossos salários eu espero que amanhã eles estejam em nossas contas e que o governador pague o Piso. .

    .

  24. Anttonio 28 de maio de 2012 at 18:18 - Reply

    “A única diferença entre os grandes e os pequenos violadores da lei é que, não raro, os grandes punem os pequenos para mantê-los em sua obediência; enquanto permanecem impunes, por serem grandes demais para as mãos frágeis da justiça deste mundo”. John Locke

  25. Liu 28 de maio de 2012 at 17:55 - Reply

    Estou surpresa em saber que existem professores do Estado pelegos trabalhando em Salvador. Fiquei sabendo que os professores do Colégio da Polícia Militar ( funcionários da Sec) estão dando aulas. PODE??? É por essas e outras que estamos tendo que lutar para sermos respeitados.
    Que gente burra e sem autoestima, viu?

  26. GRAÇA 28 de maio de 2012 at 17:52 - Reply

    E esta ADI 4777, se refere a que mesmo??? Se alguém sabe responder, agradeço.

    dia 18.05.2012 STF

    Cuida-se de ação direta, com pedido de medida cautelar, ajuizada pelo CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL – CFOAB contra arts. 71, inciso XV, e 107, ambos da Constituição do Estado da Bahia.
    Eis o teor dos dispositivos impugnados:

    “Art. 71 — Além de outros casos previstos nesta Constituição, compete privativamente à Assembleia Legislativa:
    (…)
    XV — processar e julgar o governador, o vice-governador, e os secretários de Estado nos crimes de responsabilidade;”

    “Art. 107 — O governador será julgado, nos crimes de responsabilidade, pela Assembleia Legislativa e, nos comuns, pelo Superior Tribunal de Justiça, depois de admitida a acusação por dois terços da Assembleia.”

    ……………………………………………………………….

    Em 21/5/2012: ” (…) Em razão da alta relevância da matéria e do seu especial significado para a ordem social e a segurança jurídica, entendo que a decisão deva ser tomada em caráter definitivo, aplicando-se o procedimento abreviado do art. 12 da Lei nº 9.868/99. Solicitem-se informações ao requerido. Após, abra-se vista, sucessivamente, no prazo de 5 (cinco) dias, ao Advogado-Geral da União e ao Procurador-Geral da República. Publique-se.”

    Ministro DIAS TOFFOLI
    Relator
    Documento assinado digitalmente

  27. Wilson Silva 28 de maio de 2012 at 16:59 - Reply

    Vamos colocar todo o partido do PT (Partido dos Traíras) para fora do governo. Seja na esfera Municipal, Estadual ou Federal.

  28. André 28 de maio de 2012 at 16:24 - Reply
  29. Alagoinhas 28 de maio de 2012 at 14:56 - Reply

    Meu Deus nos ajude, já pedimos ajuda para o papa, arcebisbo,Varela, e ningem nos ouvem, só o Deus poderoso de Jacó para ajudar a classe dos professores . Amém.

  30. Professores de Wenceslau Guimarães 28 de maio de 2012 at 14:14 - Reply

    O Rei lula, foi pedir a Gilmar Mendes pra abafar o caso do Mensalão do PT,em troca de ajuda na CPI do Cachoeira.Está na Folha de São Paulode ontem, mas , aGlobo e a Record nada divulgaram sobre isso .Pelo visto o lula não é tão bonzinho como pensávamos.Divulguem isso por favor ,pelo bem do Brasil.Patriota não é só quem torce pra seleção e sim aqule ou aquela que defende o seu povo através da verdade.

  31. Verdade 28 de maio de 2012 at 13:41 - Reply

    “IMPORTANTE” – Boato ou verdade circula nos corredores da SEAB uma possível proposta do governo utilizando 3,5% do FUNDEB para pagamento dos professores.
    6,5% +3,5 =10%? Será verdade?
    Esse aumento não da nem para pagar o transporte coletivo que possivelmente vai para R$3,15.
    “Eita terra de toidos nos, eita educasão valorisada!”
    É ASSIM QUE OS GOVERNANTES QUEREM QUE A POPULAÇÃO POBRE ESCREVA.

  32. Thamirys (estudante) 28 de maio de 2012 at 13:16 - Reply

    O governador realmente não tem consideração para com os professores. porém, uma greve tão prolongada só prejudica mais ainda a educação baiana. Nós, alunos da rede estadual, já possuíamos ensino muito inferior ao particular e agora a situação piora. Queremos e precisamos voltar a estudar o mais rápido possivel, muitas pessoas chegam a falar que vamos perder o ano letivo, que simplesmente vai ser CANCELADO. Os alunos também tem direitos entre eles, o direito a EDUCAÇÃO.

  33. Jader 28 de maio de 2012 at 11:41 - Reply

    O Rei lula, foi pedir a Glmar Mendes pra abafar o caso do Mesalão do PT,em troca de ajuda na CPI do Cachoeira.Está na Folha de São Paulode ontem, mas , aGlobo e a Record nada divulgaram sobre isso .Pelo visto o lula não é tão bonzinho como pensávamos.Divulguem isso por favor ,pelo bem do Brasil.Patriota não é só quem torce pra seleção e sim aqule ou aquela que defende o seu povo através da verdade.

  34. ITABERABA 28 de maio de 2012 at 11:13 - Reply

    ATENÇÃO PROFESSORES & APLB.
    CAPITAL E INTERIOR, VAMOS DERROTAR OS CANDIDATOS DO WAGAREZA EM 2012.
    QUEM NÃO TEM COMPROMISSO COM A EDUCAÇÃO NÃO MERECE CONTINUAR NO PODER QUE NÓS LHES OUTORGAMOS.
    A LUTA DEVE CONTINUAR FIRMA E FORTE. SABEMOS QUE A MÍDIA É CONTROLADA POR PILANTRAS, MAS MESMO ASSIM VAMOS PROMOVER GRANDES AÇÕES PARA BALANÇA A IMPRENSA.
    RETROCEDER NUNCA, RENDER-SE JAMAIS.

  35. professora na luta 28 de maio de 2012 at 11:11 - Reply

    Concordo com Larissa.
    Parando o trânsito em partes diferentes da cidade, como foi feito no Bonfim e no Dique,além de poder contar com apoio dos estudantes e comunidade que respeita a causa pela melhoria na educação, continuaremos dando visibilidade ao movimento.
    Parabéns sindicato. Força! Vocês são guerreiros!

  36. professora na luta 28 de maio de 2012 at 11:03 - Reply

    Jean Carlos, Reinaldo, Carla e outros mais pais e alunos que apoiam a luta pela educação:
    Valeu o apoio, a luta é para o bem de todos. O respeito ao profissional que mais se capacitou só é mesmo reconhecido por vocês que sofrem as consequências conosco.
    Aos alunos, uma dica: usem as redes sociais para mobilizar os estudantes do estado a reividicarem pela negociação imediata. Vocês, juntos e organizados na Internet têm força para cobrar seus direitos ao retorno às aulas com seus professores sendo respeitados.
    Vocês merecem educação de qualidade e isso se consegue principalmente com profissionais respeitados e satisfeitos em sua carreira.
    Contamos também com vocês nesta luta.
    Obrigada!!

  37. Jader 28 de maio de 2012 at 10:43 - Reply

    O cachaceiro seria o Jãnio Quadros ou o È brio do Vicente Celestino.Não acredito que chegamos nesse caos político ,parece até maentira, ou interpretara a frase de São Francisco de foma errada: È dando que se recebe! Será?

  38. Jader 28 de maio de 2012 at 10:40 - Reply

    Como é fácil enganar o povo ,quem era esse cachaceiro?

  39. Jader 28 de maio de 2012 at 10:30 - Reply

    Ouvi informaçãoes extra oficiais que tem alguns colégios em serrinha , onde os diretores que foram eleitos dissem ser do pt de agora,alguns professores estão dando aula .quando sair o aumento essas pessoas vão querer também , acho que não .Suas convicções ideológicas são tão fortes que podem até devolver o salário pra fazer a revolução marxista do pt .Sem sombra de dúvidas ,Parabéns ao professores de Serrinha que estão dando aulas , vcs são pessoas dignas.Tudo pela revolução!

  40. Ana 28 de maio de 2012 at 10:07 - Reply

    Europa é destino preferido de Wagner no exterior; veja rota do governador
    Apenas aos países do continente, governador foi 8 vezes em dois anos
    http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-1/artigo/europa-e-destino-preferido-de-wagner-no-exterior-veja-rota-do-governador/

  41. Ana 28 de maio de 2012 at 10:03 - Reply

    Europa é destino preferido de Wagner no exterior; veja rota do governador
    Apenas aos países do continente, governador foi 8 vezes em dois anos

    Essa entrevista com Rui APLB está muito esclarecedora,assisti e recomendo.
    http://www.ladislauleal.com.br/2012/05/o-bicho-vai-pegar-ainda-mais.html#comment-form

  42. Moacir Aragão 28 de maio de 2012 at 9:50 - Reply

    Rui, os trabalhadores em educação pertencentes à direc 32 estão solicitando transporte pra marcar presença na Assembleia do dia 29/05. Abraços!

  43. valdez 28 de maio de 2012 at 9:18 - Reply

    Sem salário, sem 22,22%, sem negociação, sem educação, sem ano letivo. Valeu Wagner vai entrar para a história. PT nunca mais.

  44. inho inhos 28 de maio de 2012 at 9:15 - Reply

    1.ENQUANTO ISSO O GOVERNADOR DA BAHIA(CORREIO DA BAHIA)28/05)GASTA 285 M IL REAIS EM 14 VIAGENS FEITAS PELO GOVERNADOR DA BAHIA ENTRE JANEIRO 2011A MAIO DE 2012. PRECISO DE EDUCAÇÃO DE QUALIDADE.

  45. Larissa 28 de maio de 2012 at 9:07 - Reply

    Gente acho que deveria ser cada assembléia em um lugar do centro da cidade para depois sairmos em caminhada , mesmo que fosse uma volta, 1 km de caminhada, para a população também ir tomando conhecimento do que está acontecendo , e participar tbm! Assim como foi na sexta feira no Dique!

  46. Jean Carlos 28 de maio de 2012 at 8:51 - Reply

    Soou alunoo de colégio estadual, e queria saber porque vocês professores não invadiram a Arena Fonte Nova ainda, pois se vocês conseguissem invadir lá e atrapalhar o andamento da obra, o governo ditador iria logo tomar uma providência com a educação da Bahia ;)

  47. Professores de Wenceslau Guimarães 28 de maio de 2012 at 8:35 - Reply

    Wenceslau Guimarães

    Professores wenceslauenses,continuam na luta,contra essa ditadura.AVANTE COLEGAS!

  48. André 28 de maio de 2012 at 8:17 - Reply

    Jovens prometem manifestação na Paralela pedindo retorno das aulas
    A greve dos professores da rede estadual completa 47 dias neste domingo (27)

    A bandeira principal da manifestação é o fim do impasse da greve dos professores da rede estadual e o aumento igualitário de 22,22% para os docentes. No Facebook, mais de 600 jovens confirmaram a participação.

    .http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-1/artigo/jovens-prometem-manifestacao-na-paralela-pedindo-retorno-das-aulas/

  49. Luana 28 de maio de 2012 at 8:08 - Reply

    Essa greve está demorando mais está ganhando uma visibiladade nunca vista. Vamos todos juntos. Só vence quem luta! http://www.ladislauleal.com.br/2012/05/o-bicho-vai-pegar-ainda-mais.html#comment-form

  50. Taty 28 de maio de 2012 at 7:10 - Reply

    Governador mentiroso, Professor mais fortalecido.
    Vamos continuar em Greve.

  51. Matheus 28 de maio de 2012 at 1:46 - Reply

    AGORA É QUESTÃO DE HONRA CONTINUAR LUTANDO. TEM MAIS, COBRAR NA JUSTIÇA NÃO SOMENTE O CUMPRIMENTO DA LEI POR ESSE GOVERNADORZINHO, MAS TAMBÉM QUE A JUSTIÇA OBRIGUE A ABERTURA DAS CONTAS DO FUNDEB QUE TINHA QUASE 700 MILHÕES EM NOVEMBRO DE 2011 E MAIS DE 200 MILHÕES NO FNDE TOTALIZANDO MAIS DE UM BILHÃO DE REAIS, ESSES NÚMEROS ESTÃO NO SITE DO PRÓPRIO DESGOVERNO DA BAHIA QUE AGORA DIZ QUE NÃO TEM DINHEIRO. SÓ O DINHEIRO DO FUNDEB JÁ DARIA PRA PAGAR O AUMENTO DE % 22,22 – E ESSE FUNDEB É REPASSADO PELO GOVERNO FEDERAL E SÓ PODE SER USADO NA EDUCAÇÃO, INCLUSIVE, NO MINIMO DE 60% PARA SALÁRIO DE PROFESSORES. O GOVERNADORZINHO WAGNER NUMA DE SUAS MENTIRAS AFIRMOU QUE GASTOU ESSAS VERBAS COM CONTRATAÇÃO DE POLICIAIS E E EM CONSTRUÇÕES, SE ISSO FOR VERDADE, ELES COMETERAM CRIME DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA . POR ISSO SE FAZ NECESSÁRIO A ABERTURA DAS CONTAS DO ESTADO – TRANSPARÊNCIA DE VERDADE E NÃO ESSA TAL : TRANSPARÊNCIA BAHIA QUE NÃO PROVA NADA; DIZ QUANTO VEIO DO GOVERNO FEDERAL MAS NÃO DIZ AONDE FOI GASTO , NEM QUANTO FOI GASTO.

  52. Reinaldo 28 de maio de 2012 at 0:28 - Reply

    É isso ai gente tem que continuar a greve mesmo, meu filho está sem aula mas estou com voces, não desistam que voces conseguem pois esse governo é uma vergonha tem dinheiro pra enfeitar a cidade pro carnaval então tem que ter para a área da educação tambem, boa sorte a todos e rumo a vitória.

  53. Carla 28 de maio de 2012 at 0:19 - Reply

    será que o governador está lembrando das eleições municipais???????????????
    Sou uma mãe do interior e petista(?) mas, depois do descaso com os professores que é o sal da humanidade, me desfiliarei deste partido que tem o senhor Jaques Vagner como maior representante do meu estado.É uma vergonha ser petista na Bahia.

  54. Edward Gomes 27 de maio de 2012 at 22:51 - Reply

    Caros Colegas,

    Continuemos fortes ! Comando da APLB parabéns, pois desta vez que a luta está clara para todos, o ditador já está comprometendo as eleições municipais em toda a Bahia ( CAPITAL E INTERIOR ), pois sabendo como trata os servidores , qual seria o servidor municipal que iria votar em candidatos d PT e seus coligados ? Ele tem que oferecer propostas concretas de aumento ainda este ano, todavia tal acordo deverá estar presente se possível MP, ministro da educação e se possível até o presidente, pois somente a palavra deste ditador é muito pouco, aliás esta não vale nada.

    Força a todos.

  55. Mangabeira 27 de maio de 2012 at 17:48 - Reply

    GOVERNADOR MANGABEIRA , A GREVE CONTINUA FIRME….

  56. Edson Mota 27 de maio de 2012 at 3:30 - Reply

    Quero também parabenizar, não só, este exército de professores e professoras, pais e mães de família, como também a direção da APLB, ao lado desses verdadeiros heróis, que no momento não sabem como fazer para pagar suas contas. Mas, resistem ao bombardeio sem cessar desse governo autoritário, ignorante que é o sr CARIO-CÃO. Não desista se já está em MONTES CASTELO, falta pouco pra chegar em ROMA.
    VAMOS LUTAR ATÉ O FIM, não se encovardem.

  57. Edson Mota 27 de maio de 2012 at 3:13 - Reply

    O POVÃO É UMA HISTÓRIA DITA E ESCRITA, AGORA TUDO BEM, TODOS REVOLTADOS COM O CARIO-CÃO, NINGUÉM VOTA NO pt. QUANDO SE PASSAR 20 DIAS DO ABUSO DO CARIO-CÃO, AS PESSOAS ESQUECEM TUDO. PENSE ERA PARA O TAL DO CARIO-CÃO SER GOVERNADOR NOVAMENTE? CLARO QUE NÃO. CERTO, QUE SÃO ELEITORES DE TODAS AS MANEIRAS. MAS, ACREDITE TEVE SERVIDOR PÚBLICO QUE VOTOU NO CARA E AINDA FEZ POLÍTICA FORTE PARA ELEGER ESTA DURMA DE BEBERRÃO, DEPOIS QUE WAGNER ZEROU O CONTRA SUSTO DOS PROFESSORES NO SEU PRIMEIRO MANDATO. SE O DA CASA JÁ NÃO PRESTA, IMAGINE ELEGER O ESTRANHO PARA TOMAR CONTA DE SUA CASA E AS FINANÇAS. QUE PAÍS É ESSE, QUE SE AMOTA TANTA GENTE RUÍDA.
    NÃO VAMOS DESISTIR, ENCAREMOS ATÉ O FIM. ESPERO QUE APAREÇA ALGUÉM DO MINISTÉRIO PÚBLICO E COMPRE A BRIGA CONTRA O C A R I O – C Ã O EM FAVOR DA MENINADA QUE ESTÃO GRITANDO PELAS AULAS. E, AO MESMO TEMPO PENSO QUEM SERÁ ESSE? EU TAMBÉM NÃO SEI.
    O BOM LEITOR, NÃO SAI DA SUA CASA FORÇADO PARA DOAR SEU VOTO ESSES CAMBADAS DO GRUPO DOS corruPTos.
    O brasileiro tem que aprender votar, para que essa turma caia fora e CHEGUE UM PRESIDENTE DE VERDADE E COLOQUE TODOS NA CADEIA, COMO FOI ANTERIORMENTE. Mas agora, a COCADA PRETA pertence a esse grupo do demônio. ATÉ QUANDO POVO BRASILEIRO?

  58. Maria 26 de maio de 2012 at 2:21 - Reply

    Fé em Deus e na LUTA dos PROFESSORES com DIGNIDADE.
    Forte nesta luta. VENCEREMOS.
    A Bahia precisa de PROFESSORES VITORIOSOS.

  59. carlos 26 de maio de 2012 at 0:42 - Reply

    Meu Deus que desgoverno é esse que está acontecendo com a minha querida BAHIA este sujeito é um grande fascista ele conseguiu acabar com a segurança, a saúde está pior do que antes(muito) e a educação altamente negativada outra coisa não tem criatividade nenhuma para dialogar com os servidores e o pior que é um forasteiro.

  60. Laurita 25 de maio de 2012 at 22:36 - Reply

    A greve aqui em Morro do Chapéu está cada vez mais forte. Sexta houve caminhada com grande participação de alunos e pais. Fizemos faixas, apitos, carro de som, etc. Não desanimemos, vamos continuar, vamos derrotar esse governo. Ele pode cortar tudo menos a nossa força, a nossa luta, a nossa dignidade. Que cada corte seja um im pulso para avançarmos.

  61. Lizandre 25 de maio de 2012 at 18:47 - Reply

    Contrapartida de trabalhador e o salário Contrapartida de político e o voto.

  62. katia 25 de maio de 2012 at 8:16 - Reply

    Entrei no portal hoje e meu contrcheque é inexistente pode?

  63. DITADOR DO MAL 25 de maio de 2012 at 0:00 - Reply

    Só quero ver quando o movimento chegará, pelo menos, no portão da FONTE NOVA!!
    Fala sério! Chega de Igreja e Varela
    Tem tornar o movimento mais notável e paralisar as obras da COPA, sem medo de apanhar dos policiais que também APANHARAM do maldito carioca!

  64. Professora Indgnada,salário, 0,00 24 de maio de 2012 at 23:58 - Reply

    Os professores de Miguel Calmon continuam na luta.
    Com fé em Deus e confiança em representantes que acreditam em nós
    venceremos essa batalha.
    E a guerra continuará em 2014, pois nossa categoria dará a resposta a este homem que invadiu nosso Estado ,fora comunistas.

  65. Fora PT 24 de maio de 2012 at 23:49 - Reply

    Esse Governador,tem que voltar pro Lugar de onde ele nunca devia ter saído .Fora Wagner e sua corja.

  66. tasila 24 de maio de 2012 at 23:12 - Reply

    gandu a greve continua………….

  67. gandu 24 de maio 24 de maio de 2012 at 23:09 - Reply

    a luta em gandu continua firme na greve… força companheiros!!!!!!!!

  68. ANA 24 de maio de 2012 at 21:24 - Reply

    gente sou professora, tenho apenas o estado,estou passando necessidades, porém continuo até o fim,NÃO VAMOS DESISTIR, essa VITÓRIA É NOSSA!

  69. pais 24 de maio de 2012 at 21:10 - Reply

    como mãe de alunos da rede estadual, sinto vergonha de como os pais se mantem omissos,VAMOS A LUTA, pois os professores precisam da nossa ajuda, pois afinal nossos filhos necessitam dos professores.SR GOVERNADOR ESTA POUCO SE IMPORTANDO COM A EDUCAÇÃO, ELE VAI VER NAS URNAS. AVANTE PROFESSORES!

  70. Serenidade 24 de maio de 2012 at 18:53 - Reply

    Boa noite.
    Se a justiça divina falhar…nós estamos fritos!! Porque a “justiça” terrena não está do nosso lado.Nunca vi tanta falta de respeito com profissionais da educação. Vamos fazer um pacto desde já e ensinar o povo a votar nulo na Bahia. Não há demonstração maior de insatisfação de um povo com os políticos daqui do nosso Estado.

  71. Fátima 24 de maio de 2012 at 17:32 - Reply

    Depois do dia 30, iremos nós e os paes, para a governadoria comer farofa e exigir acordo.

    Não podemos é recuar.

  72. JEZIEL ANDRADE 24 de maio de 2012 at 15:39 - Reply

    Jeziel, nao adianta só postar em nosso site o a vergonha da omissao da imprensa vamos mandar nosso repúdio tambem no site do programa balanço geral, é só abrir `REDE RECORD BA, e selecionar BALANÇO GERAL vai abrir opçao CONTATO e explicitar nosso repúdio ele pode até nao ler no ar mas, vai sentir que nao somos idiotas e que sabemos muito bem as manobras vergonhosas deles, simplesmente por ser o governador um dos maiores anunciantes dessas emissoras, que vergonha, que aprendam que dignidade nao se vende.

  73. Paulo 24 de maio de 2012 at 14:53 - Reply

    Os rodoviários mostraram mais uma vez que são unidos.A greve teve 100% de adesão.Já a nossa greve teve professor pelego ou então que não participa do movimento.É dessa forma que quer ter seus direitos garantidos e ser respeitado?Tem que se respeitar também.

  74. GANDU-Ba 24 de maio de 2012 at 11:41 - Reply

    CADÊ OS DEPUTADOS???? DEVERIAM APARECER AGORA PARA LUTAR PELA CLASSE!!! NUNCA PENSEI QUE SENTIRIA SAUDADE DE ACM, PELO MENOS ELE SENTAVA E NEGOCIAVA COM A CATEGORIA!!!!QUE VOTO DE MUDANÇA PARA PIOR!!!!1

  75. GANDU-Ba 24 de maio de 2012 at 11:36 - Reply

    REVOLTA !!!!! A IMPRENSA DEVE ADOTAR UMA POSTURA DE IMPARCIALIDADE E NÃO TENDENCIOSA COMO FOI O CASO DO APRESENTADOR VARELA!! ELE SUJOU A IMAGEM DO PROGRAMA!!! iSTO É FALTA DE RESPEITO ! CARTÃO VERMELHO PARA VARELA !!!!!!!!!!!!!

  76. Nina 24 de maio de 2012 at 10:45 - Reply

    PIOR É O PROFESSOR QUE AINDA ASSISTE À ESSE DEMAGOGO SEMI-ANALFABETO ESQUERDOPATA VIRA FOLHA CHAMADO VARELA.

  77. Fátima 24 de maio de 2012 at 9:57 - Reply

    SEXTA FEIRA – COMBINE AS CARONAS, POIS NÃO TEM ÔNIBUS E NÓS PRECISAMOS ENCHER A FONTE NOVA.

  78. FÓRUM PERMANENTE DE GESTORES 24 de maio de 2012 at 0:21 - Reply

    O FÓRUM PERMANENTE DE GESTORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DA CIDADE DE SALVADOR VÊM A PÚBLICO MANIFESTAR TOTAL APOIO A GREVE DOS PROFESSORES DA REDE ESTADUAL, AO TEMPO EM QUE SOLICITA DO GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA A ABERTURA DO DIÁLOGO, GARANTINDO O PAGAMENTO DO PISO NACIONAL E CONSEQUENTE TÉRMINO DA GREVE, EM RESPEITO AOS PROFISSIONAIS DE ENSINO, AOS ALUNOS E A TODA A SOCIEDADE BAIANA. MUITA FORÇA COMPANHEIROS, POIS JUNTOS SOMOS FORTES NA LUTA POR UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE EM NOSSA CIDADE, EM NOSSO ESTADO E EM NOSSO PAIS. FIQUEM COM DEUS!!!

  79. ANA 23 de maio de 2012 at 23:21 - Reply

    COMPANHEIROS PENSEM NISSO: PESSOAS COMO DILMA ROUSSEF, LULA, WAGNER E OUTROS… NUNCA SE INTIMIDARAM COM ABSOLUTAMENTE NADA QUANDO QUERIAM ALCANÇAR SEUS OBJETIVOS NA VIDA E NA POLÍTICA, E CHEGARAM AONDE PRETENDIAM, ALCANÇARAM SEU OBJETIVO.NUNCA VOLTARAM ATRÁS HUMILHADOS, SEMPRE SEGUIRAM EM FRENTE SEM RECUAR NAS GREVES E PERSEGUIÇÕES QUE LHES ACOMETERAM. ENTÃO QUE ELES SEJAM NOSSO EXEMPLO. DESISTIR JAMAIS, NADA DE DAR UM PASSO PARA FRENTE E DOIS PARA TRÁS. NADA DE BAIXARMOS A CABEÇA. SE NOS CHAMAREM PARA NEGOCIARMOS, FAREMOS A NEGOCIAÇÃO COM PRAZER E CONHECIMENTO DE CAUSA. NÃO SOMOS INGÊNUOS COMO O GOVERNO: QUER QUE ACREDITEMOS QUE O ” ESTADO DA BAHIA” NÃO TEM RECURSOS PARA DAR AUMENTO NOS SALÁRIO DO PROFESSOR. SERÍAMOS MUITO BEÓCIOS SE ACREDITÁSSEMOS NESTA PRIMISSA. A LUTA HÁ DE CONTINUAR AGORA E SEMPRE. SEM LUTA NÃO HÁ VITÓRIA. POR FIM TODOS SAIREMOS GANHANDO: ALUNOS, PAIS DE ALUNOS, PROFESSORES E GOVERNO.
    QUEM VIVER VERÁ QUE NÃO FOI EM VÃO.

  80. Maria Luiza 23 de maio de 2012 at 22:59 - Reply

    Governador, não escravize os educadores! Esses missionários da educação só querem o que lhes é de direito. Profissionais que respeitam seu ofício, que um dia o ensinaram a ler, escrever e, de certa forma, a se tornar um cidadão.E nessa luta o senhor governador não quer negociar com os educadores porque perdeu a compostura de tudo aquilo que é direito e do que é dever.
    A Luta e a Vitória não pertencem aos fracos, mas sim a todos aqueles que têm ideal de Justiça e Igualdade! Confiemos, portanto… A Vitória será nossa!

  81. Lourenço 23 de maio de 2012 at 22:04 - Reply

    Cristovam Buarque: “Governador que não paga piso deve sofrer impeachment”
    Sul21
    O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) faz da educação a sua principal bandeira. Ex-governador do Distrito Federal, ex-reitor da Universidade Nacional de Brasília e ex-ministro da Educação, ele chegou até a ser criticado por falar insistentemente no assunto quando disputou a Presidência da República em 2006.

    Autor da lei que institui o piso nacional do magistério, o pedetista não economiza crítica aos governadores que não pagam o salário previsto na norma e regulado pelo Ministério da Educação (MEC). Para o senador, quem não cumpre a lei deveria ser cassado. “O Ministério Público precisa pedir o impeachment dos governadores e prefeitos que não cumprem o piso. Como é possível que um governador não cumpra a lei?”, indigna-se.

    Nesta entrevista ao Sul21, Cristovam Buarque avalia a situação do Rio Grande do Sul e a atuação do governador Tarso Genro (PT), que o sucedeu quando deixou o Ministério da Educação – e o PT – em 2004. Para o senador, Tarso está “fora da lei” e não toma atitudes concretas para viabilizar o pagamento do piso.
    Sul21 – Como iniciou o debate em torno da proposta de estabelecer um piso nacional para os professores?
    Cristovam Buarque – A ideia começou já na Constituinte, quando o deputado Severino Alves apresentou um artigo na Constituição criando o piso. Mas isso ficou parado durante 20 anos. Em 2004 eu apresentei o projeto que criava o piso e em 2008 conseguimos que fosse aprovado, com o apoio do ministro da Educação (à época) Fernando Haddad (PT). Mas, assim que foi sancionada pelo ex-presidente Lula, a lei foi recusada por muitos governadores, que entrara com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF), que acabou validando a norma.

    Sul21 – Agora muitos governadores questionam a legalidade do reajuste de 22% determinado pelo Ministério da Educação (MEC), conforme o valor do custo por aluno do Fundeb, como regula a lei.
    Cristovam – A proposta que veio do governo dizia que o reajuste seria no mínimo igual ao INPC. Mas, no mínimo, também, igual ao aumento do valor dos recursos transferidos pelo MEC para as prefeituras (Fundeb). Para o ministério, o aumento seria o maior índice dentre esses dois. E a variação do INPC foi de 6,8%, enquanto a transferência de recursos para as cidades foi de 22%. Então por isso o aumento terminou sendo de 22%. Os governadores tentaram impedir, mesmo depois de isso ser aprovado na Comissão de Educação, que se considerava aprovação terminativa e poderia ter ido direto para a presidente. Tentaram levar o tema para o plenário, mas não conseguiram.
    Sul21 – Com esse aumento, o piso passou a ser R$ 1.451. Muitos governadores não cumprem esse valor. O senhor tem defendido medidas enérgicas contra quem não paga o piso.
    Cristovam – Isso é uma desmoralização das instituições políticas brasileiras. O Congresso tomou a iniciativa, o Executivo sancionou, o Judiciário legitimou e tem governador que não está cumprindo a lei. O valor de R$ 1.451 ainda é muito pequeno. O Ministério Público precisa pedir o impeachment dos governadores e prefeitos que não cumprem o piso. Como é possível que um governador não cumpra a lei?

    Sul21 – Na sua avaliação, por que não pagam o piso?
    Cristovam – Na maioria dos casos é falta de interesse. Claro que há também falta de dinheiro. Mas, ao lado disso, há a apropriação de recursos públicos. As assembleias legislativas abocanham o dinheiro do Estado. Há também as dívidas dos estados com a União. Há muitos anos que defendo a troca dessas dívidas para que o dinheiro seja aplicado em educação. Defendi isso internacionalmente para o país quando eu era ministro. E o Tarso Genro continuou defendendo, chegou até a negociar a dívida brasileira com a Espanha. O Tarso deveria estar liderando a troca da dívida dos estados com a União para colocar dinheiro na educação. É preciso negociar com os credores. A dívida com a educação e com as crianças é muito mais importante que a dívida com os bancos e com a União. Mas não vejo o governador se mover nessa direção.
    Sul21 – Há uma cobrança muito forte no Rio Grande do Sul, já que o governador foi ministro da Educação e assinou a lei do piso, na qualidade de ministro da Justiça, abaixo da assinatura do ex-presidente Lula, e hoje diz que o salário não deveria ser reajustado pelo MEC e não reconhece o aumento de 22%. O que o senhor pensa disso?
    Cristovam – Durante a campanha eleitoral, quando o Tarso prometeu que pagaria o piso, ou ele conhecia e lei e foi demagogo, ou ele não conhecia e, nesse caso, é despreparado. Se ele realmente não estava preparado para saber das contas do Estado, deveria entregar as escolas do Rio Grande do Sul para que o governo federal tome conta. O governador Tarso Genro é advogado e foi ministro da Justiça. Não tem como ele dizer que o reajuste do MEC não é válido, ele sabe que isso não é verdade e não faz nenhum sentido. Se o MEC não tivesse legitimidade para determinar o reajuste, o STF já teria dito isso quando julgou a constitucionalidade da lei. Tarso está fora da lei, assim como os outros governadores que não pagam o piso de R$ 1.451.

    Sul21 – Os professores dizem que o pai do piso não reconhece mais o seu filho…
    Cristovam – O pai do piso sou eu. Mas eu não teria conseguido aprovar a lei sem o apoio do Fernando Haddad. Não vi o Tarso Genro em nenhum momento nas discussões que fazíamos para viabilizar a lei. Sem o Haddad, o projeto teria morrido na Câmara.

    Sul21 – A lei também prevê que o governo federal ajude os estados que não conseguem pagar o piso. Mas os governadores reclamam que as exigências feitas dificultam isso.
    Cristovam – O governador precisa pedir a ajuda do governo federal. Conversei com o ministro (da Educação) Aloízio Mercadante (PT) e ele é totalmente de acordo com esse aumento e está disposto a dialogar. Mas Tarso, em vez de conversar, quer que o aumento seja suspenso. Ele vai criar um passivo para o Estado, porque a Justiça irá mandar pagar o piso e com correções. Criar um passivo judicial é feio, mas criar um passivo judicial com os professores é mais feio ainda. Tem muito estado mais pobre que o Rio Grande do Sul que está pagando o piso.
    Sul21 – Outra determinação da lei é que os planos de carreira do magistério sejam readequados. O senhor é favorável a isso?
    Cristovam – Mudança de carreira para prejudicar os professores é uma maneira de burlar a lei. Agora, se for preciso fazer um plano de carreira que melhore a vida dos professores, tudo bem.
    Sul21- Como o senhor avalia as mobilizações feitas pelos professores para exigir o cumprimento da lei?
    Cristovam – Os professores precisam lutar para que o piso seja adotado com o reajuste correto. Mas não consigo apoiar greve de aulas. As primeiras greves de professores tinham simpatizantes, mas hoje a sociedade já não costuma apoiar. Greve é apenas uma das formas de luta e não é a mais eficiente. É a que mais prejudica a sociedade e as crianças, alem de ser a que menos incomoda os governos, no caso dos professores. Os professores precisam de outros instrumentos de luta que não sacrifiquem os alunos.

    Sul21 – Quais, por exemplo?
    Cristovam – Defendo uma proposta que muitos dizem que é radical e até anarquista. Os professores precisam ocupar os estádios em reforma ou em construção para a Copa do Mundo. E isso sem parar as aulas. Basta 200 professores ocuparem para inviabilizar as obras de um estádio. Garanto que, se isso acontecer, até o Joseph Blatter vai pedir que o piso seja pago. Os professores deviam enviar uma mensagem à FIFA dizendo: “Senhor Blatter, o país que vai receber a Copa do Mundo não consegue pagar nem R$ 1.451 aos seus professores”. Os governos não se mobilizam diante de uma greve de professores. É preciso uma ação que atinja o governo e hoje o que atinge os governos, mais do que qualquer outra coisa, são os estádios da Copa do Mundo. Então os professores do Brasil precisam ocupar esses estádios até que o piso seja pago.

  82. Marli Lima 23 de maio de 2012 at 21:57 - Reply

    Em Amélia Rodrigues decidimos hj em reunião, pela manutenção da greve. Estamos enviando representantes em todas às manifestações em Salvador. Na segunda feira (21/05) fizemos uma passeata mesmo debaixo de chuva. Estaremos sexta -feira aí no Dique.
    POVO UNIDO, É POVO FORTE!
    NÃO TEME A LUTA, NÃO TEME O CORTE (salários)!!!
    Deus está conosco!!!

  83. Well - Ibirapitanga 23 de maio de 2012 at 21:48 - Reply

    Infelizmente eu não acredito na existência do Inferno, mas vou torcer para q eu esteja errado só prá ter certeza que ele vai estar cheio desses políticos hipócritas. Lá no Inferno, que vai ser criado só para políticos, “O Já quis vage” não vai consegui nem ser professor. Talvez ele consiga ser aluno numa escola com professores contratados pelo PST ou um simples REDA.

  84. Andre 23 de maio de 2012 at 17:38 - Reply

    Varela não trabalha pra ele. A empresa que ele trabalha exige uma postura dele.

    A ditadura existe nesses meios de comunicação em geral,muitas vezes se colocar contra o governo pode ser uma justa causa.

    Acessem e confirmem: http://www.youtube.com/watch?v=V5T6T0WuM-8

  85. Jekho 23 de maio de 2012 at 17:31 - Reply

    Deve-se perguntar a Varela porque ele saiu da Cocisa, em Paripe.

  86. ITAMAR 23 de maio de 2012 at 17:02 - Reply

    Professores (a), camaradas trabalhadores, vamos continuar na LUTA, contra a farsa deste governo. A GREVE continua até as últimas consequencias!

  87. Benesval 23 de maio de 2012 at 17:02 - Reply

    Ter ou não ter uma imprensa livre não faz diferença num país onde a imprensa é comprada, ou seja, está a serviço dos donos do poder. Abaixo a liberdade de imprensa, se é que os jornalistas deste país sabem o que isso significa!

  88. kkkkkkk 23 de maio de 2012 at 16:48 - Reply

    O governador não está nem aí pra greve, ele só quer saber da Copa.

  89. professor retado 23 de maio de 2012 at 15:36 - Reply

    A partir de hoje vamos boicotar o programa do Varela em toda a bahia!! Falem com amigos, parentes e todos para eles sentirem já que vivem de sensacionalismo e audiência!! Só voltaremos quando derem 15 minutos para a categoria dos professores falarem(não somente Rui). Vamos começar pelas redes sociais!! Todos juntos venceremos a tirania!!

  90. mariana 23 de maio de 2012 at 14:18 - Reply

    Para combater a grande Mídia somente usando as redes sociais …vamos atacar os candidatos de wagner neste final de semana
    Entrem com a seguinte mensagem
    DEPUTADO ……………… SE JUNTA AO PÉSSIMO GOVERNADOR WAGNER CONTRA A SUA EDUCAÇÃO E A DE MILHOES DE ALUNOS NA BAHIA.
    NÃO VOTEM NESTES QUE TENTAM DESTRUIR O SEU FUTURO.
    Vamos começar com Pelegrino ,Z é Neto e JCarlos
    Percamos 1 hora de relógio mandando esta PARA TODOS nossos contatos , daremos a resposta este ano e em 2012

  91. João Pedro 23 de maio de 2012 at 13:10 - Reply

    Pronto!
    Sem ônibus
    Sem aula
    É melhor o governo dizer logo que não há como repor as aulas do que ficar enganando muitos pais e alunos.
    São 43 dias e o governo ta nem ai.
    Só vocês mesmo professores que estão acreditando que ele vai decidir pagar os 22,22%.
    Nós alunos vamos sim repetir de ano, e nem tem pra onde correr e ponto final.
    FOOOOOOOOOOORA GOVERNO WAGNER.
    NÓS TE ODIAMOS.
    NÃO TE QUEREMOS MAIS

  92. perola 23 de maio de 2012 at 13:02 - Reply

    Minha gente , eu como aluna estou enojada diante do que vi hoje no programa Balanço geral , esse Varela está claramente contra a classe de voces professores e a favor do Wagner. Por favor professores, não fraquejem agora , pelo amor de Deus não voltem agora depois de tanta luta, como minha professora de Historia diz: quando pensarem em desistir ,pensem o quanto lutaram nossos herois Joana Darc, Tiradentes , Zumbi dos Palmaares e tantos outros.Sei que terei orguho dos meus professores . Parabens à todos

  93. Nogueira 23 de maio de 2012 at 11:30 - Reply

    Quando o Senhor Raimundo Varéla, explicar aos seus ouvintes como ele fez para conseguir os orgão transplantados nele, aí sim ele terá moral para intermediar a greve da categoria junto ao governo.
    Varéla , Hipócrita…..

  94. Nogueira 23 de maio de 2012 at 11:24 - Reply

    Pela MERRECA que é a minha remuneração como professor de 40 h/a, possso passar um mês, dois e até mais sem recebe-la.
    O governador deve estar se locupletando com essa merreca dos professores.Que faça bom proveito Sr. Governador. Ah não esqueça de dar uns trocados para os Deputados de sua base, senão eles podem se revoltar, pois eles são movidos por dinheiro ( principalmente do suor dos trabalhadores). falei

  95. Kelly 23 de maio de 2012 at 10:53 - Reply

    Gente, temos que repudiar através das redes sociais não só o governo, mas também os jornais: Bahia meio dia, o programa de Varela (acho que a imprensa como um todo). É um absurdo como eles tentam manipular o tempo todo a opinião pública. O Bahia meio dia, semanas atrás, estava usando crianças pobres do bairro da paz, para tentar colocar a população contra os professores. Eles foram ao bairro da paz e entrevistaram crianças e adolescente entre 10 e 15 anos, pediam para que as crianças falassem sobre o que achava da greve dos professores. As crianças, inocentemente, disseram que se sentiam prejudicadas. Eles tentam manipular o pensamento social por meio de comentários, entrevistas, textos superficiais e tendenciosos.

    Professor Guy, será que tem como fazer um vídeo, uma charge, algo assim, para a gente divulgar nas redes e arrasar esses canalhas?

    Parabéns pela criatividade dos seus vídeos.

  96. Alagoinhas 23 de maio de 2012 at 10:39 - Reply

    Caros colegas nã devemos baixar a guarda, só temos até 15 de junho, é o útimo dia da votação da LDO, se perdemos essa oportunidade só em 2013, LDO é o orçamento anual, então o aumento dos 22,22 tem que ser votado até dia 15/06/12.

  97. Lucas 23 de maio de 2012 at 10:15 - Reply

    ALELUIA SENHOR!!! TEREMOS PROFESSORES SUBSTITUTOS! ISSO E BOM, POIS NÃO PERDEREMOS O ANO LETIVO. JÁ VOCÊS… SO LAMENTO. RUMO AS AULAS!

  98. edinho 23 de maio de 2012 at 10:13 - Reply

    Quem é Varela para intermediar com o governo? Uma pessoa que proíbe o próprio filho de usar seu sobrenome. Ele não passa de um bajulador de
    “Já quis Wagner”.
    Varela, volte a carregar saco de cimento na cabeça, pelo bem do povo baiano!

  99. TLeone 23 de maio de 2012 at 10:12 - Reply

    É preciso tomar muito cuidado com esses apresentadores e emissoras de TV, agora todos querem ser intermediários da nossa luta. Todos querem aparecer bem na foto, qdo a luta tem opinião pública formada favorável.
    Concordo que toda ajuda na luta contra a tirania é válida, mas os louros deverão ser da categoria.

    WERGONHA DE SER BAIANO NESSE DESGOWERNO.

    Вперед товарищи

  100. Maria 23 de maio de 2012 at 10:04 - Reply

    APLB COM ESSA NOVA LEI FINALMENTE O ESTADO NÃO É OBRIGADO PRESTAR CONTA DAS VERBAS DO FUNDEB ?

  101. Maria 23 de maio de 2012 at 9:56 - Reply

    Por que nenhum programa de televisâo promove um debate entre o governador e os representantes dos professores pois , sò assim as coisas podem ficar realmente claras.
    Os debates nâo podem ser apenas instrumento de divulgaçâo da candidatura dese bando de corruptos que compôem infelizmente e vergonhosamente a polìtica do Brasil .

  102. Deuma Silva 23 de maio de 2012 at 9:52 - Reply

    Jeziel, talvez seja uma boa alternativa ir ao programa do CQC, pq a mídia baiana está descartada, haja vista o que aconteceu hj no Balanço Geral.

  103. Pró Mada 23 de maio de 2012 at 9:49 - Reply

    HUMILHAÇÃO EM VARELA NÃO APLB NAO DEVE VOLTAR MAIS AO PROGRAMA VENDIDO DESSE VERGONHA AO APRESENTADOR

  104. Maria 23 de maio de 2012 at 9:42 - Reply

    Fiquei muito DECEPCIONADA ao assistir hoje o program da Rede RECORD apresentada por VARELA , pois confirmei o que já vinha observando desde o início da greve , o apresentador em questão apesar de tentar fazer a política da boa vizinhança, é totalmente á favor do nosso querido e soberano governador JAQUES WAGNER . O espaço concedido aos professores na pessoa do nosso representante RUI , foi insignificante . Queremos ver agora VARELA até que ponto chega o seu relacionamento com o governador , tomara que tenha sucesso e conssiga o que até agora foi impossível : O GOVERNADOR RESPEITAR A CLASSE DOS PROFESSORES E CUMPRIR A LEI .

  105. Deuma Silva 23 de maio de 2012 at 9:41 - Reply

    RAIMUNDO VARELA: o defensor do ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO! Que papelão fez esse pseudojornalista! No dia de ontem (22/05) recebeu o governador, que mais uma vez MENTIU, no que diz respeito a situação dos professores da rede. Hoje, “recebeu” os professores e simplesmente ao vivo e a cores, CERCEOU o direito de resposta do dirigente da APLB, Rui Oliveira. Demagogia sem limites!!!!

  106. Nordestina 23 de maio de 2012 at 9:36 - Reply

    Como é possível alguém chegar e tomar seus bens(direitos) adquiridos. E fica por isso mesmo?Que terra é esta que forasteiro chega e faz o que bem quer! Os partidos políticos oposicionistas, devem fazer alguma coisa para derrubar este terrorista. Cadê os filhos poderosos da Bahia, nossos irmãos? Socorro!

  107. Nordestina 23 de maio de 2012 at 9:19 - Reply

    Sinto informar que o contra-cheque do professor aposentado e professor nível médio do mês de maio, encontram-se atualizados.É de chocar! Cadê o setor jurídico da APLB para recorrer às autoridades competentes? Socorro a OAB, socorro todo mundo,alguém tem que fazer alguma coisa, para derrubar este projeto Lei desse malvadeza.

  108. Felix S. Santos 23 de maio de 2012 at 9:08 - Reply

    Precisávamos, há muito de uma greve assim. Esta Greve reafirma nossa dignidade, nossa estima. Porque somos intelectuais orgânicos, temos que estar na vanguarda da luta. É inaceitável que se queira construir a hegemonia politica de um partido, passando por cima de interesses autênticos dos trabalhadores da educação. É bonito, dignificante ver a categoria unida e firme na luta. Hasta la vitória.

  109. WILSON 23 de maio de 2012 at 9:02 - Reply

    É triste o posicionamento de parte da imprensa baiana em relação a greve.Ontem no programa de Varela , Wagner meteu o “pau” nos professores dizendo que ganhavam bem e tinham 12 horas de atividades extra-classe, além disso que o Estado não tem dinheiro para custear o aumento de 22%.Hoje, Varela praticamente não deixou Rui falar e explicar que dinheiro tem , basta abrir as contas do FUNDEB para verificar.No final da entrevista ficou decidido que Varela vai intermediar a greve.

  110. omar 23 de maio de 2012 at 9:01 - Reply

    não vamos retornar as aulas pois estamos quase vencendo!!!força!!!!

  111. Rita 23 de maio de 2012 at 8:31 - Reply

    Abaixo novas idas ao programa do Varela. Quem assistiu ao programa hoje? Foi visível que o apresentador cortou literalmente a fala de Rui e, ainda demagogicamente, se ofereceu para intermediar as negociações. Fora Varela!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  112. jorge silva 23 de maio de 2012 at 8:25 - Reply

    RAIMUNDO VARELA NÃO DEIXOU OS PROFESSORES ESCLARECEREM OS MOTIVOS DA GREVE!!!!!!!! NÃO TIVEMOS NEM 5 MINUTOS E O REPRESENTANTE DA CATEGORIA FOI CORTADO PELO APRESENTADOR…. O BALANÇO GERAL ESTÁ DO LADO DO GOVERNADOR NITIDAMENTE!!! ABSURDO

  113. Yuktanne Almeida 23 de maio de 2012 at 7:35 - Reply

    A cada atitude arbitrária, perseguidora e mentirosa por parte do governo, renasce em nós, o desejo de lutar com mais vontade! Juazeiro está firme e forte nesta luta!

  114. PROF. ZEZO 23 de maio de 2012 at 7:28 - Reply

    Avante compnheiros(as);

    A fórmula do sucesso é a persistência.

    Lembrem-se: “Não somos máquinas; humanos é que somos”.

  115. carla 23 de maio de 2012 at 3:37 - Reply

    Pais de alunos dão prazo para acordo entre governo e professores

    Cerca de 50 pais e alunos do Colégio Rafael Serravale, na Pituba, se reuniram, nesta terça-feira, em assembleia na unidade de ensino para discutir a greve dos professores estaduais, que completa 42 dias hoje. Eles deram um prazo até 30 de maio para um acordo entre o governo e os docentes, de acordo com Antônio Daltro Moura, pai de dois alunos de 13 e 16 anos. Ele teme que o ano letivo seja prejudicado pela greve. Os pais de alunos ameaçam ocupar a Governadoria caso o movimento continue. O grupo decidiu procurar o Ministério Público Estadual (MP-BA) para cobrar uma medida emergencial para finalizar o movimento. No sul da Bahia, os professores fizeram um panelaço na Avenida Cinquentenário, a principal de Itabuna (a 447 km de Salvador). Os docentes querem que o governo aprove o reajuste de 22,22%. De acordo com o presidente da APLB (sindicato da categoria) em Itabuna, João Rodrigues, 90% dos 1.200 docentes da região aderiram ao movimento, prejudicando 30 mil alunos. (A Tarde)

  116. Domingos Carlos Silva Almeida 23 de maio de 2012 at 1:38 - Reply

    Amigos: um colégio importante voltou às aulas. Cadê os piquetes da Aplb de Juazeiro contra esses professores pelegos e medrosos? Esse Wagner merece um troco bom já nestas eleições. Nem Wagner e nem ACM. Vamos recuperar as lutas sociais nas ruas. Viva o Socialismo.

  117. Feira de Santana 23 de maio de 2012 at 0:52 - Reply

    vamos cobrar que o próximo calendário que será feito seja o mesmo calendário de reposição para todos os professores, inclusive os que estão no momento fingindo que estão dando aulas. esse nossos colegas que insistem em ir para as escolas merecem é quebrar a cara e também repor todas as aulas que nós grevistas reporemos!
    força professores!

  118. Joaquim Amaral 22 de maio de 2012 at 23:13 - Reply

    Caros pibidianos,

    A coordenação do PIBID-UFBA gostaria de manifestar a sua preocupação com a greve dos professores e, ao mesmo tempo, se solidarizar com o movimento que é resultante da indignação com o tratamento dado, ainda hoje, à educação.

    Desejamos que a situação se resolva o mais breve possível e que possamos voltar à normalidade das nossas ações no Pibid, em prol da melhoria da educação básica na nossa região.

    A Coordenação

  119. Prof. Euclides 22 de maio de 2012 at 23:09 - Reply

    #Ocupeafontenova
    O governo só ouvirá nossa voz de dentro da fonte nova paralisada.
    Pessoal, acorda! Assembleia, passeata… não está resolvendo. Vamos ocupar a Fonte Nova. O próprio senador Cristóvam Buarque, autor da lei do PISO, sugeriu: O PT só se preocupa com a COPA. Ocupe a FONTE NOVA. Manifestação pacífica, mas tenaz.

  120. antonieta araújo 22 de maio de 2012 at 23:05 - Reply

    Coragem companheiros combativos! Não nos deixaremos sucumbir.diante da prepotência desse ditador. Sejamos fortes e firmes na nossa luta. Chega de mentiras e propagandas enganosas. O governo procura confundir a opinião pública jogando pais e alunos contra nós professores, mas o tiro saiu pela culatra. A máscara caiu. A sociedade está sabendo de que lado está a verdade. Escolas desestruturadas,professor desmotivado ,governo que assina acordo e não cumpre,etc,etc,etc…Esta é a realidade da educação na Bahia. ,AVANTE companheiros! A LUTA continua.

  121. Pedro 22 de maio de 2012 at 23:02 - Reply

    Caros, professores a busca por vitórias vem por meio de muitos sacrificios, portanto; lembrem-se que as vitórias são virtuosas e conquistadas de forma clara, objetiva e sincera.
    Sejam fortes nesta luta; pois vcs representam centanas de bainos, que lutam por uma educação de qualidade e especializada em nosso estado.

    Lutem, busquem, vejam e sintam que temos um Deus que é justiça.

    Boa sorte a todos caros professores!

  122. Robertão 22 de maio de 2012 at 22:45 - Reply

    A luta continua, queremos a prestação de contas do FUNDEB.
    Quero meus direitos: URV, qualidade na educação e meu salario.

  123. omar 22 de maio de 2012 at 22:40 - Reply

    wagner só pode cortar no salário novamente e vai fazer mas não nos intimidará para voltarmos para aula pois o tempo de escravidão já acabou só ele ainda não percebeu e não vamos temer jamais ameaça ok firme professores venceremos!!!!

  124. professor Max de ITABUNA 22 de maio de 2012 at 22:06 - Reply

    Bobagem…
    ACM: são imorais e baderneiros
    Carioca: são imorais, baderneiros e ILEGAIS..
    aumentou só um pouquinho.

  125. Barreiras 22 de maio de 2012 at 21:40 - Reply

    O sindicato pode me ajudar com algum telefone? Não posso me manifestar mas estou com vcs.

  126. Barreiras 22 de maio de 2012 at 21:39 - Reply

    Sou professora do Reda, estou sem receber desde do inicio do ano letivo e estou parada agora na greve, sem um real,alguem pode me dar algum telefone pra eu poder entrar em contato com o pessoal do reda pk a direc não resolve nd. Grata prof.desiludida

  127. Ana Maria 22 de maio de 2012 at 21:34 - Reply

    Gostaria de saber por que o Ministério Público não obriga o Sr Governador da Bahia a provar que não pode pagar o aumento do piso? Será que só os professores se preocupam com a educação neste Estado?

  128. Maria José 22 de maio de 2012 at 21:12 - Reply

    Ate onde vamos suportar esse sujeito se negando a negociação? meu Deus país sem lei é isso que eu acho. Chamar professor de irresponsaveis é facil para algumas pessoas que n enxergam o que esse sujeito está fazendo com a classe, pergunto aos nossos colegas ate quando vamos ficar nessa tolerancia ? Cadê as autoridades ? onde estão os orgãos superiores a esse cavalo imbecil? Parece brincadeira de idiotas essa situação. Nunca pensei que chegariamos ao ponto de ter um imbecil tão ignorante no comando de nosso estado. nada pode ser feito? Gente vamos agir de outra forma. vamos pensar o que fazer . pois ele nem se toca da situação. onde está o governo federal que n se pronuncia? xô satanas . vamos gente pensemos outra forma de luta.

  129. Nilzete de Amélia Rodrigues 22 de maio de 2012 at 20:41 - Reply

    Estou orgulhosa dos professores da minha cidade, estão firmes e fortes na greve. Estão dando uma grande aula de cidadania para nossos filhos

  130. Educadora 22 de maio de 2012 at 20:06 - Reply

    SERÁ QUE ESSA DECISÃO É A FAVOR DOS PROFESSORES?
    Reclamante: Aplb – Sindicato dos Trabalhadores Em Educação do Estado da Bahia
    Advogado: Deraldo Barbosa Brandão Filho
    Reclamado: Juiz de Direito de Salvador 5ª Vara da Fazenda Pùblica

    Exibindo todas as movimentações. >>Listar somente as 5 últimas. Movimentações

    Data Movimento

    22/05/2012 Recebido do Relator pela Secretaria de Câmara para Cumprir
    COM DECISÃO EM 03 LAUDAS.
    22/05/2012 Remetido – Origem: Relator Destino: Secretaria de Câmara (Cumprir)
    Com Decisão em três laudas
    18/05/2012 Recebido do SECOMGE
    Maria Marta Karaoglan Martins Abreu
    18/05/2012 Remetido – Origem: SECOMGE Destino: Relator

    17/05/2012 Recebido do 1º Vice pelo SECOMGE

    22/05/2012 Recebido do Relator pela Secretaria de Câmara para Cumprir
    COM DECISÃO EM 03 LAUDAS.
    22/05/2012 Remetido – Origem: Relator Destino: Secretaria de Câmara (Cumprir)
    Com Decisão em três laudas
    18/05/2012 Recebido do SECOMGE
    Maria Marta Karaoglan Martins Abreu
    18/05/2012 Remetido – Origem: SECOMGE Destino: Relator

    17/05/2012 Recebido do 1º Vice pelo SECOMGE

    16/05/2012 Remetido – Origem: 1º Vice Destino: SECOMGE

    14/05/2012 Recebido do SECOMGE pelo Gabinete do 1º Vice

    14/05/2012 Remetido – Origem: SECOMGE Destino: Gabinete do 1º Vice

    14/05/2012 Recebido da Secretaria de Câmara pelo SECOMGE

    11/05/2012 Publicado
    Disponibilizado em 10/05/2012 Tipo de publicação: Editais Número do Diário Eletrônico: 712
    10/05/2012 Remetido – Origem: Secretaria de Câmara Destino: SECOMGE
    PARA CUMPRIR DECISÃO DE FL. 148.
    10/05/2012 Expedição de Certidão
    Certifico que o despacho/decisão de fl(s). 148 ficou disponível no DJE de 10/05/2012, considerando-se publicado(a) no dia 11/05/2012, nos termos do art. 4º, § 3º, da Lei nº 11.419/2006.
    09/05/2012 Recebido do Relator pela Secretaria de Câmara para Cumprir
    COM DECISÃO EM 01 LAUDA.
    09/05/2012 Remetido – Origem: Relator Destino: Secretaria de Câmara (Cumprir)
    Com Decisão em uma lauda
    09/05/2012 Declarada incompetência
    Cuidam os autos de Reclamação apresentada pela APLB – SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA em face de decisão proferida pelo MM. JUIZ DE DIREITO DA 5ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE SALVADOR, nos autos da Ação Civil Pública nº 0329637-85.2012.805.0001, tendo a Reclamante alegado, em síntese, que a decisão do Reclamado usurpou a competência desta Egrégia Corte, requerendo, liminarmente, a suspensão da Ação Civil Pública. Examinando o que dos autos consta, verifica-se que em face da decisão ora atacada foi interposto o Agravo de Instrumento nº 0305372-22.2012.805.0000, que foi distribuído para o Desembargador Gesivaldo Nascimento Brito (fls. 107/143), tendo este indeferido o efeito suspensivo requerido e mantido o decisum combatido, salientando que no referido Recurso foi suscitada a preliminar de incompetência absoluta do juízo a quo, sob os mesmos fundamentos da presente Reclamação. Ante o exposto, tendo o Desembargador Gesivaldo Nascimento Brito já se manifestado sobre a decisão guerreada e para evitar a existência de eventuais decisões conflitantes, determino a remessa dos autos ao SECOMGE, a fim de que a presente Reclamação seja redistribuída para o Desembargador Gesivaldo Nascimento Brito, nos termos do art. 160, do RITJ/BA. P.I.C. Salvador, 09 de maio de 2012.
    08/05/2012 Publicado
    Disponibilizado em 07/05/2012 Tipo de publicação: Ata de Distribuição Número do Diário Eletrônico: 709
    04/05/2012 Recebido do SECOMGE
    Maria Marta Karaoglan Martins Abreu
    04/05/2012 Remetido – Origem: SECOMGE Destino: Relator

    04/05/2012 Distribuído por Sorteio
    Órgão Julgador: 14 – Tribunal Pleno Relator: 29 – Maria Marta Karaoglan Martins Abreu
    03/05/2012 Processo Cadastrado
    SECOMGE

  131. Theo 22 de maio de 2012 at 20:05 - Reply

    Wagner disse hj em entrevista que vai dar um jeito se a greve continuar, pelo que entendi e sondei na SEC, acho que ele vai “meter” PSTs para darem aula no lugar da gente enquanto a greve seguir. Temos que ser mais espertos e dizer aos alunos que se os “diretores” os convidarem para assistir essas aulas que os seus reais professores já lhe informaram que ao retornarem da greve não considerarão nem assuntos, provas ou atividades dadas nas suas ausencias. Isso já mataria essa artimanha do governador no nascedouro.

    • Agora ou nunca 23 de maio de 2012 at 16:42 - Reply

      Ele vai usar o pessoal do MTEC no IAT. Já ordenou que se preparem para a partir de segunda feira ministrarem a distância aulas para o segundo grau do interior.

  132. ÁLGEBRA 22 de maio de 2012 at 20:05 - Reply

    A nossa arma é nao voltarmos para a sala de aula.A hora é essa pois o desgovernador ja está xoxado e de cabelo branco ele é que nao esta demonstrando mas é a verdade.VAMOS SIM CONTINUAR NA GREVE. 1 PAO COME MIL.AQUELE QUE NAO COMER MORRE. JA SE VAI MAIS 1 MES SEM SALARIO MAS NAO PODEMOS DESISTIR. NAO PODEMOS VOLTAR SEM UMA BOA RESPOSTA. QUE O DESGOVERNADOR AGORA QUE ELE EXPLIQUE AO SEU SUPERIOR ABAIXO DE DEUS A COMPLICAÇAO QUE ELE CAUSOU AO ANO LETIVO.

  133. MAria dos Santos-professora 22 de maio de 2012 at 20:02 - Reply

    PRof.Santo Amaro-Gente aquela entrevista de Wagner foi o fim ,gostaria que algum colega que recebe esses 3mil e 4000 responda.Pois pro meu contrachoque e acho que to ficando maluca de tanto ele falar que ganhamos bem que vamos acreditar e chamada mensagem subliminar.KKKK Mas estou preocupada o homem não vai ceder tá na hora da categoria buscar outras forma de reenvidicar pq o tempo tá passadando e comunidade vai acabar se voltando contra a gente.

    • Luciene 23 de maio de 2012 at 13:19 - Reply

      Não tenhamos medo de ser mártires. A sociedade também precisa saber que o professor tem valor. Chega do mundo pisar na gente.

  134. Tino 22 de maio de 2012 at 19:54 - Reply

    A nossa luta é viva, vamos em busca da vitória. Avante companheiros(as). juntos somos fortes, se Deus quiser venceremos.

  135. Estudante 22 de maio de 2012 at 19:03 - Reply

    O desgovernador do Estado da Bahia,Wagner conseguiu superar Adolf Hitler, diante das atrocidades e o descaso com que está tratando a educação e os nossos professores, com corte de salários, alimentação e saúde. Como é possível em nossos dias atuais, um governante agir de forma severa e injusta com uma categoria de fundamental importância, para o desenvolvimento e o crescimento de um país?

  136. Lucelma 22 de maio de 2012 at 18:46 - Reply

    Vamos a luta colegas.

  137. ana paula 22 de maio de 2012 at 18:46 - Reply

    O novo CABEÇA BRANCA da Bahia anunciou,hoje, afirmativamente a escolha da ARENA FONTE NOVA, como sede, na copa das confederações. O pseudo- socialista já garantiu o circo para povo analfabeto e pobre do Estado, mas, EDUCAÇÃO que é bom, ele só oferece mentiras. Éhhhh, Voltamos a antiga Roma.

    • Luciene 23 de maio de 2012 at 13:15 - Reply

      Sempre estivemos na Antiga Roma. De lá nunca saímos., O pão e circo é todo dia. A gente se acostuma.

    • Educadora 23 de maio de 2012 at 22:49 - Reply

      Que povo analfabeto e pobre irá a esse circo? O circo é para quem pode pagar R$ 500,00 – R$ 600,00 ou mais em um ingresso.

  138. maria 22 de maio de 2012 at 18:37 - Reply

    Por: Álef Pereira, aluno do Colégio: CIOMF – Itabuna.

    Boa Tarde!

    Por que sou a favor da greve dos professores do Estado da Bahia?

    Ao ouvir pessoas contrárias a greve, senti uma AVERSÃO ao ser humano. Isso porque a cada dia que passa nós, humanos, continuamos egoístas e apenas olhamos em torno de nossos interesses. Somos incapazes de olhar para o OUTRO, sem antes pensar em nós mesmos.

    É fácil apontarmos o dedo para os professores, acusando-os de errados, quando meu pai e minha mãe não seguiram essa profissão e não dependem da docência para dar uma vida digna a seus filhos; é fácil jogar na cara dos meus mestres e cobrar AMOR À PROFISSÃO quando não a escolhi pra mim; é fácil nos caracterizar como PREJUDICADOS, quando não recebemos todo mês um contracheque vergonhoso para uma profissão que transforma um país em todas as áreas, políticas, de saúde, educação etc; E tudo é tão fácil que de forma incompreensiva resumimos tudo em ‘PERDA DE TEMPO’.

    Em uma greve, ainda que não atendida em todas as suas reivindicações, não se ‘PERDE TEMPO’. Quando se discute ideias, quando se luta por algo que se acredita, quando se busca justiça e quando se reivindica direitos, NÃO SE PERDE TEMPO. Perde-se tempo quando, passivos, aceitamos tudo o que é imposto; perde-se tempo quando deixamos que instituições e órgãos ditem o que deve ser feito, quando professores passaram quatro anos em uma universidade, sabendo das dificuldades da educação e mesmo assim não desistiram da docência.

    Para esclarecimento, quando uma greve de professores é deflagrada todos os pontos são ligados à educação. Buscam-se salários dignos como forma de valorizar o trabalho que é desenvolvido com TANTO AMOR. Embora o diálogo esteja longo, ele não perde o seu dinamismo, o que mostra que não há ninguém parado, porque o que move um país são ideias, lutas, busca por transformações. O que não se pode é se acomodar a uma realidade injusta. Logo, a greve não impedirá que estudantes estudem, se preparem e se qualifiquem. Inclusive, na vida acadêmica, quando se está bem mais próximo da PROFISSÃO ESCOLHIDA, se a graduação for em Universidade pública, os alunos de hoje, que reclamam da greve, também passarão por outros movimentos grevistas. E nem por isso serão profissionais sem qualidade. A greve é história. Faz parte da transformação da sociedade.

    Obrigado!
    Adriana De Castro, Rosana Ribeiro

  139. Marília 22 de maio de 2012 at 18:35 - Reply

    Os professores de Santa Catarina e Brasília termiram a grave e continuaram com as negociações. Por que não fazemos o mesmo?

    • Educadora 23 de maio de 2012 at 22:49 - Reply

      Porque o Governador daqui não tem palavra.

  140. Marília 22 de maio de 2012 at 18:34 - Reply

    E os resultados das medidas impretadas pelo sindicado?
    Até quando vai durar esse impasse?
    Nossos salários serão cortados novamente.
    Os professores de Santa Catarina e Brasília termiram a grave e continuaram com as negociações. Por que não fazemos o mesmo?

  141. Indignada 22 de maio de 2012 at 18:26 - Reply

    É isso aí queridos colegas, nao podemos nos deixar intimidar por esse ditador, a greve continua!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  142. Trajano Lino 22 de maio de 2012 at 18:21 - Reply

    Essa, eu já sabia! O governador não vai dar aumento a ninguém.
    Voltem para sala de aula, porque se não o professor vai passar fome…… vocês não aguentam dois meses sem receber dinheiro não.

    • Educadora 23 de maio de 2012 at 22:51 - Reply

      De onde você tirou essa ideia? Pediremos esmolas, se for o caso.

  143. ROBERTO VIANA 22 de maio de 2012 at 18:20 - Reply

    LUTAR SEMPRE, RETROCEDER JAMIAS. ESTAMOS NA LUTA, PELA NOSSA DIGNIDADE.
    A BASE TE DOTA FAMILIA É O PROFESSOR… A FONTE DE SABEDORIA É O PROFESSOR… ATÉ A PROPAGANDA TIRAM DO AR.

  144. Professor@ 22 de maio de 2012 at 17:58 - Reply

    PROFESSORES DE VITÓRIA DA CONQUISTA, TERCEIRA MAIOR CIDADE DO ESTADO, NUMA ASSEMBLEIA, QUE REUNIU PROFESSORES ALUNOS E SEUS PAIS, DECIDIRAM PELA MANUTNEÇÃO DA GREVE. MESMO SEM REPRESENTANTES DA APLB, ESTAMOS FIRMES NESTA LUTA. RESSALTANDO QUE ESTA GREVE NÃO É DESSE OU DAQUELE SINDICATO E, SIM, DA CATEGORIA. DESSE MODO, APLB, NÃO BOICOTE AS NOTÍCIAS DE VTÓRIA DA CONQUISTA NO SITE. UMA CIDADE NO PORTE DA NOSSA, FARÁ MUITA DIFERENÇA CASO OS PROFESSORESD VOTEM CONTRA A GREVE. TODA A BAHIA QUER VER NOTÍCIAS DA GREVE EM CONQUISTA NO SITE DA APLB.

  145. Silvia 22 de maio de 2012 at 17:48 - Reply

    Até a Vitória. Profissão de Luta! Abaixo a opressão. Nunca desistir, no meio do caminho. Juntos seremos fortes. Fora Ditador! Não precisamos de você.

  146. Itaberaba 22 de maio de 2012 at 17:47 - Reply

    Acabamos de realizar uma reunião da APLB. A greve continua, cada vez mais, motivada. Ficou marcada uma caminhada para sexta-feira onde todos estarão com bâneres pretos na testa, como recomendou nosso desgovernador.

  147. Heliane 22 de maio de 2012 at 17:44 - Reply

    leiam o site de Roberto
    http://infor-publico.webnode.com.br/

  148. Lourenço 22 de maio de 2012 at 17:29 - Reply

    Colegas gostaria de compartilhar esse lindo texto feito por uma estudante sobre a nossa greve:

    Universitária sai em defesa do movimento grevista dos professores da Bahia
    Publicado por Carlos Britto 17/05/2012 às 6:21

    A estudante universitária Camila Dias, 23 anos, residente em Juazeiro, encaminhou artigo ao Blog, no qual sai em defesa do movimento grevista realizado pelos professores da rede estadual de ensino na Bahia, e que já dura 36 dias.
    Confiram:
    Por que sou a favor da greve dos professores do Estado da Bahia
    Ao ouvir pessoas contrárias a greve, senti uma AVERSÃO ao ser humano. Isso porque a cada dia que passa nós, humanos, continuamos egoístas e apenas olhamos em torno de nossos interesses. Somos incapazes de olhar para o OUTRO, sem antes pensar em nós mesmos.
    É fácil apontarmos o dedo para os professores, acusando-os de errados, quando meu pai e minha mãe não seguiram essa profissão e não dependem da docência para dar uma vida digna a seus filhos; é fácil jogar na cara dos meus mestres e cobrar AMOR À PROFISSÃO quando não a escolhi pra mim; é fácil nos caracterizar como PREJUDICADOS, quando não recebemos todo mês um contracheque vergonhoso para uma profissão que transforma um país em todas as áreas, políticas, de saúde, educação etc; E tudo é tão fácil que de forma incompreensiva resumimos tudo em ‘PERDA DE TEMPO’.
    Em uma greve, ainda que não atendida em todas as suas reivindicações, não se ‘PERDE TEMPO’. Quando se discute ideias, quando se luta por algo que se acredita, quando se busca justiça e quando se reivindica direitos, NÃO SE PERDE TEMPO. Perde-se tempo quando, passivos, aceitamos tudo o que é imposto; perde-se tempo quando deixamos que instituições e órgãos ditem o que deve ser feito, quando professores passaram quatro anos em uma universidade, sabendo das dificuldades da educação e mesmo assim não desistiram da docência.
    Para esclarecimento, quando uma greve de professores é deflagrada todos os pontos são ligados à educação. Buscam-se salários dignos como forma de valorizar o trabalho que é desenvolvido com TANTO AMOR. Embora o diálogo esteja longo, ele não perde o seu dinamismo, o que mostra que não há ninguém parado, porque o que move um país são ideias, lutas, busca por transformações. O que não se pode é se acomodar a uma realidade injusta. Logo, a greve não impedirá que estudantes estudem, se preparem e se qualifiquem. Inclusive, na vida acadêmica, quando se está bem mais próximo da PROFISSÃO ESCOLHIDA, se a graduação for em Universidade pública, os alunos de hoje, que reclamam da greve, também passarão por outros movimentos grevistas. E nem por isso serão profissionais sem qualidade. A greve é história. Faz parte da transformação da sociedade.
    E por falar e greve na educação, em abril do ano passado também foi deflagrada uma greve, com mais de um mês, nas Universidades Estaduais da Bahia. Muitos alunos ficaram sem aulas, como os da UNEB em Juazeiro. E muitos deles, a maioria, apoiaram o movimento e participaram diretamente das manifestações em ruas, assembleias. A categoria reivindicava, além da remuneração, contra um decreto que proibia docentes de se ausentarem para fazer mestrado, doutorado ou qualquer tipo de especialização. Coincidência?O problema é dos professores ou de um governo autoritário?
    E antes que pensem que eu sou uma professora grevista, devo me apresentar. Sou Camila Dias, estudante universitária, 24 anos e irmã de Caroline Dias, estudante do Ensino Médio do Colégio Modelo. E mesmo vendo minha irmã dias em casa, cursando o terceiro ano e prestes a fazer vestibular, sou a FAVOR DA GREVE. Sabem por quê? Porque professores brasileiros não GANHAM O SUFICIENTE. Estamos falando de Brasil e não de Japão, França e China. Estudantes do Ensino Médio deviam saber disso. E ainda, porque DEVOTAR AMOR não significa ser SUBMISSO A UMA REALIDADE CRUEL.
    O que nós, brasileiros, devemos fazer é procurar, pesquisar e entender as situações para que nossas palavras não saiam ao vento provocando descrédito na sociedade. Conhecer para depois intervir. Isso é o correto! Mas parece que a CONSCIENTIZAÇÃO ainda continua sendo um problema social.

    Camila Dias/Estudante Universitária – Juazeiro (BA)

  149. EDUARDA MARIA 22 de maio de 2012 at 17:28 - Reply

    tem novidade no site de roberto
    http://infor-publico.www.webnode.com.br/

  150. Josiene Alves 22 de maio de 2012 at 17:14 - Reply

    É com pesar que vejo o uqnto esse nosso governador é dmagogo e insensível, vamos vê se a gente tira alguma lição de tudo isso e dá o voto certo nas próximas eleições a começar pelas municipais.

  151. celma 22 de maio de 2012 at 17:09 - Reply

    Ao deputado Pellegrino. Quantas vezes o senhor compareceu na nossa assembléia na época do carlismo instigando os professores a ir para a rua brigar pelos seus direitos e nos dando o maior apoio com a deputada Alice Portugal, e agora vem dizendo que nós estamos sendo injustos com Wagner. Que arrependimento ter votado em você não só eu como toda a minha família, e como eu vários professores. Nos aguarde agora nas urnas deputado!!!!!!!

  152. celma 22 de maio de 2012 at 17:03 - Reply

    Parabéns ” Aluna de Maragojipe” você realmente provou que está atenta aos desgoverno de Wagner, nós professores estamos sim preocupados com vocês mas tenham certeza que faremos tudo para que nada fique a desejar com relação aos conteúdos a serem dados tudo só depende deste DITADOR, INTRUSO aqui na nossa Bahia. Nos aguarde em 2014.

  153. Prof. Sena 22 de maio de 2012 at 17:01 - Reply

    Vamos enfrentar o vendaval. Depois virá a calmaria. A greve continua.

  154. JEZIEL ANDRADE 22 de maio de 2012 at 16:53 - Reply

    maria cristina, uma sugestao se conseguissimos um contato com a direçao do CQC, acho que conseguiriamos mais visibilidade na mídia, pelo menos apurariamos algumas denuncias sobre as contas do governo.

  155. omar 22 de maio de 2012 at 16:50 - Reply

    VAMOS CONTINUAR FIRMES,JUNTOS E FORTES !!!VAMOS DERROTAR ESSE DITADORZINHO ARROGANTE E SEM CARATER!!!GREVEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!

  156. JEZIEL ANDRADE 22 de maio de 2012 at 16:45 - Reply

    jeziel , ir ao varela acho válido mas, tenho notado que varela tem sido muito passivo nas suas atitudes e comentários na presença do governador.

  157. JUNTOS SOMOS MAIS 22 de maio de 2012 at 16:40 - Reply

    COLEGAS O GOVERNO JÁ MOSTRA MEDO, ELE SABE QUE VAI TER UM PREJUIZO IRREPARAVEL JÁ NAS ELEIÇÕES DE 2012.
    SEGUNDO FONTES CONFIAVEIS A ESPERANÇA DELE ERA QUE A VITORIOSA GREVE TIVESSE FIM NA ASSEMBLÉIA DE HOJE, COMO ISSO NÃO ACONTECEU, A PARTIR DA PROXIMA SEMANA ELE VAI COMEÇAR A SE REDIMIR . NÃO VAMOS DESISTIR ESSA VITORIA É DA EDUCAÇÃO.
    ESTAMOS SOFRENDO MAS VAI VALER A PENA.

  158. rafael magnavita 22 de maio de 2012 at 16:30 - Reply

    A categoria está correta e atuante quando não não aceita o cinismo e menosprezo do atual ditador da bahia . parabens professores do Estado da Bahia .

  159. gandu 22 de maio de 2012 at 16:29 - Reply

    Cadê a comissão formada por deputados que ficou de conversar com ogovernador?Não sabemos nada a respeito! Estamos como marionetes! nem RUI se pronuncia!!!
    O governador ameaça e pronto!?

  160. Rita 22 de maio de 2012 at 16:20 - Reply

    ” Com tiranos não combinam brasileiros (baianos) corações”. Vamos levar uma cópia do Hino ao Dois de Julho para o ato no Dique do Tororó, e cantá-lo a plenos pulmões.

  161. gandu 22 de maio de 2012 at 16:14 - Reply

    DEUS meu DEUS!!Será que não tem lei a nosso favor?Cadê o trabalho do (s) advogado (s) da APLB?Nada se resolve !,Diz qeu o governador não pode isso nem aquilo mas ele comete as arbitrariedades e fica por isso mesmo?

  162. Andre 22 de maio de 2012 at 16:09 - Reply

    Universitária sai em defesa do movimento grevista dos professores da Bahia
    Publicado por Carlos Britto 17/05/2012 às 6:21

    A estudante universitária Camila Dias, 23 anos, residente em Juazeiro, encaminhou artigo ao Blog, no qual sai em defesa do movimento grevista realizado pelos professores da rede estadual de ensino na Bahia, e que já dura 36 dias.
    Confiram:
    Por que sou a favor da greve dos professores do Estado da Bahia
    Ao ouvir pessoas contrárias a greve, senti uma AVERSÃO ao ser humano. Isso porque a cada dia que passa nós, humanos, continuamos egoístas e apenas olhamos em torno de nossos interesses. Somos incapazes de olhar para o OUTRO, sem antes pensar em nós mesmos.
    É fácil apontarmos o dedo para os professores, acusando-os de errados, quando meu pai e minha mãe não seguiram essa profissão e não dependem da docênci…a para dar uma vida digna a seus filhos; é fácil jogar na cara dos meus mestres e cobrar AMOR À PROFISSÃO quando não a escolhi pra mim; é fácil nos caracterizar como PREJUDICADOS, quando não recebemos todo mês um contracheque vergonhoso para uma profissão que transforma um país em todas as áreas, políticas, de saúde, educação etc; E tudo é tão fácil que de forma incompreensiva resumimos tudo em ‘PERDA DE TEMPO’.
    Em uma greve, ainda que não atendida em todas as suas reivindicações, não se ‘PERDE TEMPO’. Quando se discute ideias, quando se luta por algo que se acredita, quando se busca justiça e quando se reivindica direitos, NÃO SE PERDE TEMPO. Perde-se tempo quando, passivos, aceitamos tudo o que é imposto; perde-se tempo quando deixamos que instituições e órgãos ditem o que deve ser feito, quando professores passaram quatro anos em uma universidade, sabendo das dificuldades da educação e mesmo assim não desistiram da docência.
    Para esclarecimento, quando uma greve de professores é deflagrada todos os pontos são ligados à educação. Buscam-se salários dignos como forma de valorizar o trabalho que é desenvolvido com TANTO AMOR. Embora o diálogo esteja longo, ele não perde o seu dinamismo, o que mostra que não há ninguém parado, porque o que move um país são ideias, lutas, busca por transformações. O que não se pode é se acomodar a uma realidade injusta. Logo, a greve não impedirá que estudantes estudem, se preparem e se qualifiquem. Inclusive, na vida acadêmica, quando se está bem mais próximo da PROFISSÃO ESCOLHIDA, se a graduação for em Universidade pública, os alunos de hoje, que reclamam da greve, também passarão por outros movimentos grevistas. E nem por isso serão profissionais sem qualidade. A greve é história. Faz parte da transformação da sociedade.
    E por falar e greve na educação, em abril do ano passado também foi deflagrada uma greve, com mais de um mês, nas Universidades Estaduais da Bahia. Muitos alunos ficaram sem aulas, como os da UNEB em Juazeiro. E muitos deles, a maioria, apoiaram o movimento e participaram diretamente das manifestações em ruas, assembleias. A categoria reivindicava, além da remuneração, contra um decreto que proibia docentes de se ausentarem para fazer mestrado, doutorado ou qualquer tipo de especialização. Coincidência?O problema é dos professores ou de um governo autoritário?
    E antes que pensem que eu sou uma professora grevista, devo me apresentar. Sou Camila Dias, estudante universitária, 24 anos e irmã de Caroline Dias, estudante do Ensino Médio do Colégio Modelo. E mesmo vendo minha irmã dias em casa, cursando o terceiro ano e prestes a fazer vestibular, sou a FAVOR DA GREVE. Sabem por quê? Porque professores brasileiros não GANHAM O SUFICIENTE. Estamos falando de Brasil e não de Japão, França e China. Estudantes do Ensino Médio deviam saber disso. E ainda, porque DEVOTAR AMOR não significa ser SUBMISSO A UMA REALIDADE CRUEL.
    O que nós, brasileiros, devemos fazer é procurar, pesquisar e entender as situações para que nossas palavras não saiam ao vento provocando descrédito na sociedade. Conhecer para depois intervir. Isso é o correto! Mas parece que a CONSCIENTIZAÇÃO ainda continua sendo um problema social.

    Camila Dias/Estudante Universitária – Juazeiro (BA)Ver mais
    Responder · 1 · Curtir· há 2 horas
    http://www.tribunadabahia.com.br/news.php?idAtual=116082

  163. professora 22 de maio de 2012 at 15:54 - Reply

    WAGNER DISSE EM VARELA QUE O PROFESSOR DE 40H GANHA 3450,00 QUERO A COMPLEMENTAÇÃO DO MEU SALÁRIO, POIS EU NÃO GANHO ISSO.

  164. Maria 22 de maio de 2012 at 15:41 - Reply

    Vamos a LUTA

    O PISO NACIONAL é LEI.

    PARABÉNS PROFESSORES , somos maioria.

  165. Dora - Ubatá 22 de maio de 2012 at 15:35 - Reply

    UBATÃ
    É preciso termos consciência da nossa representação perante a sociedade. E agora mais do que nunca não podemos voltar atrás. Os nossos alunos e toda comunidade onde trabalhamos esperam de nós firmeza, equilíbrio e dignidade diante da situação que este DESCOVERNO nos colocou. Não podemos voltar para sala de aula sem uma resposta, como derrotados…somos exemplos para eles, não podemos fraquejar. Então companheiros, vamos seguir firmes na certeza que a nossa luta em conjunto com a justiça trará a nossa VITÓRIA!

  166. Nisia 22 de maio de 2012 at 15:32 - Reply

    Obrigada ALUNA DE MARAGOJIPE, por ter entendido a luta dos professores tão desvalorizados. Esperamos que você como uma aluna tão politizada, se torne uma agente multiplicadora nesse processo procurando conscientizar pais e alunos que ainda não compreendem a nossa luta.

  167. Joana 22 de maio de 2012 at 15:24 - Reply

    Infelizmente a situação está difícil, mas a vitória é certa. Força professores.

  168. Virginia 22 de maio de 2012 at 15:17 - Reply

    Hoje uma comissão de pais de alunos se reuniu no Serravale , na Pituba e decidiu que se o impasse comtinuar dia 30 eles vão ocupar a governadoria.Ficarão lá até se resolver esse imbrólio. Disseram tbm que comerão até farofa junto com JW. Apoio importante nessa fase do movimento.

  169. Gandu-Ba 22 de maio de 2012 at 15:12 - Reply

    A ditadura voltou na Bahia. A educação pública não tem a menor importância para o governador do Estado.Não vamos perder nossa dignidade!!!! A luta continua companheiro!!!!!!!!

  170. LAISA 22 de maio de 2012 at 15:04 - Reply

    EU TENHO A DIZER É QUE MEU PLANSERV ESTA SUSPENSO, A GREVE NO INTERIOR VEM PERDENDO FORCA POR MEDO, E EU MESMO ASSIM VOTO PELA CONTINUIDADE DA GREVE…MAIS NINGUEM SABE NADA…. COARACI VOLTOU UMA ESCOLA……E IBICARAI TAMBEM….

  171. Roberto 22 de maio de 2012 at 14:56 - Reply

    Brasília, terça-feira, 22 de maio de 2012 – Ano 13 Nº 2784
    Geral
    MAGISTÉRIO – Educação vai discutir cumprimento do piso salarial de professores
    A Comissão de Educação e Cultura realiza hoje audiência pública para discutir a implementação do piso nacional dos professores, previsto na Lei 11.738/08 e fixado, atualmente, em R$ 1.451. Segundo levantamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE), pelo menos 13 estados não pagam esse valor. A reunião será realizada às 14h, no plenário 10. O presidente da CNTE, Roberto Franklin de Leão, disse que o aumento do salário dos professores depende da colaboração de todos. “O governo federal precisa pôr a mão no bolso. Os critérios de complementação não podem ser tão restritos. Mas os prefeitos e governadores também têm de abrir a mão, deixar de desperdiçar recursos em outras áreas e garantir que os professores estejam em sala de aula”, defendeu. Jornal da Câmara

  172. THAIS 22 de maio de 2012 at 14:40 - Reply

    Entrevista de hoje, dia 22 de maio de 2012.

    CIRCO DOS HORRORES!

    É assustadora a manipulação da informação… imagens e textos deturpados…. incrível a dissimulação! atores do mesmo circo… dois num picadeiro e suas tecnologias do mal… Pelo o que entendi, o professor é um vagabundo, que só trabalha 28h das 40h em sala. Além de vagabundo e desordeiro, não quer negociar, quer bagunçar, atrapalhar… e mais: a categoria estaria perdida, segundo o protagonista desta tragicomédia: “para que greve? se é só colocar uma bandana na cabeça?”… Ficou claro que a proposta desta entrevista é colocar a população contra a categoria… Espero que não surta efeito, e que o povo mostre sua indignação ao tentarem subestimá-lo.

    Assistam a peça:
    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Ze2_iA1RTCM

  173. TLeone 22 de maio de 2012 at 14:31 - Reply

    Professor na Bahia escreve vergonha com W.
    W E R G O N H A.

    Mas o nosso alento é que . . . Vietes do PÓ e para o PÓ voltarás.

    Вперед товарищи

  174. Ana 22 de maio de 2012 at 14:31 - Reply

    Vamos pedir ao Ministério Público o nosso direito em receber os salários de abril e o de maio.

    O governador deveria ser chamado pela justiça pra colocar nossos salários em nossa conta.

    As escolas não estão funcionando e ele,o governador está lucrando. N`s professores precisamos que justiça seja feita.
    O Piso é elei. A lei só serve quando á a do governador,que esculhambação.

  175. PROFESSORA 22 de maio de 2012 at 14:23 - Reply

    CARA ALUNA DE MARAGOJIPE , ficamos extremamente agradecidos pelo apoio , mostrando que estamos dando a nossa parcela de contribuição para a formaçao de cidadãos críticos e conscientes , o que aliás não interessa aos nossos governantes . A nossa greve não é apenas por melhorias salariais mas também , por melhorias no ensino público capenga que é oferecido aos alunos da BAHIA , professor sozinho em escolas sem estrutura , não tem como fazer milagres infelizmente .
    E quem paga o preço maior são vocês alunos .

  176. adriano pimentel 22 de maio de 2012 at 14:07 - Reply

    Nós professores do estado, do município de Itaberaba, iremos fazer uma reunião hoje às 16:00 h, e acredito que iremos continuar firme e forte nesse movimento. Assistindo o Balanço Geral, fiquei indignado com a postura do governador e do apresentador Raimundo Varela em apresentar uma carta de um suposto professor pedindo pelo fim da greve, tendo como garantia o recebimento dos salários dos meses de abril e maio, não estamos em greve para receber esses pagamentos, pois se fosse essa a nossa intenção nem existiria a greve, precisamos ficar cientes de que toda luta exige sacrifícios e perdas e se entramos nesse luta não foi para nos rendermos a esse governador tirano. Vamos seguir em frente colegas!!!!

  177. Edvaldo 22 de maio de 2012 at 14:03 - Reply

    Parabéns Rui. Mande Pelegrino e Daniel Almeida para aquele lugar. Rui se mande do PCdoB, caia fora, você e a categoria não ganharam nada até hoje. Deixe eles morrerem com o PT. Caia fora em quanto é tempo.

  178. Rúbia Lima 22 de maio de 2012 at 14:03 - Reply

    Acredito que a APLB deveria explorar mais a mídia nacional, para mostrar ao país a importância que o governador dá a Educação na Bahia.

  179. EDSON SOUZA 22 de maio de 2012 at 14:00 - Reply

    Parabéns ao comando de greve e a toda a categoria pela decisão de não ceder à intrasigência do governo. A classe unida jamais será vencida.

  180. professora 22 de maio de 2012 at 13:56 - Reply

    só não esperem que orixás e bonfim façam alguma coisa por vocês!

  181. Gilmar Silva Oliveira 22 de maio de 2012 at 13:56 - Reply

    O Governador declara que esta no limite da lei de responsabilidade discal, e que ceder a reivindicação da classe, terá que reajustar para todos servidores.Entretanto,aplicação do piso é obrigatória para estados e municípios de acordo com a lei federal número 11.738, de 16 de junho de 2008, para professores especificamente, e como transparece a má vontade do Governador e a falta de reflexão quanto a importância da educação para a riqueza de um povo, a classe médica também ameaça parar, sem esquecer que a greve dos policiais militares, ele também tentou abafar com aumento de 6,5%, que já era anunciado para os servidores de forma linear. Com fulcro na lei mencionada, estados e municípios podem alegar não ter verba para o pagamento deste valor e, com isso, acessar recursos federais para complementar a folha de pagamento.Pergunto: O governador ja mostrou quanto falta para que seja completada pelo governo federal? Professores: cada parada é uma vitoria, com a poio da sociedade, dos pais de alunos V6 chegarão ao objetivo, determinado por lei. “Intenção sem ação é ilusão. Ouse fazer e o poder lhe será dado”…Sou um Radialista da radio Caraíbas FM-Irecê-BA.Sei da importância da educação para a saúde social.

  182. Aurizete Calheira 22 de maio de 2012 at 13:48 - Reply

    É impressionante como Varela, diferente de outros confrontos, se comporta feito um carneirinho dócil em frente ao Governador.
    Em nenhum momento Varela questionou o fato de o Governador não cumprir a sua palavra ou sobre a defasagem dos salários de professores pós-graduados em relação aos dos que só têm Ensino Médio, que se evidenciou com a “grande” lei aprovada por ele no mês passado (diferença de 0,30 centavos)
    Cadê o “cartão-vermelho”? Cadê os murros na mesa?
    É brincadeira, viu, Varela?
    Não perco tempo em lhe dedicar audiência.

    IBIRATAIA CONTINUA FIRME! 100% DE ADESÃO.

  183. valente 22 de maio de 2012 at 13:44 - Reply

    Alem de mentiroso, usa um vocabulário chulo. Nunca fez nenhuma proposta oficial.

  184. pablo 22 de maio de 2012 at 13:44 - Reply

    PARABÉNS ALUNA DE MARAGOJIPE.

    OBRIGADO PELA FORÇA, ESSA LUTA É SUA TAMBÉM.

  185. pablo 22 de maio de 2012 at 13:42 - Reply

    Queridos colegas e também aqules alunos que estão juntos nessa luta. Um abrao, em todos.

    Vamos manter nossa luta e deixar bem claro que este coverno incompetente e ditatorial, não tem compromisso com a edcuação do povo, das classes trabalhadoras. logo,

    A GREVE CONTINUA SIM E FORTE… NÃO PODEMOS DEIXAR ESSA CORJA DE POLITICOS QUE NÃO TEM COMPROMISSO COM A EDUCAÇÃO DO POVO FAZER O PROFESSOR DE BESTA, OTÁRIO. AFINAL, O PROFESSOR É O PROFISSIONAL MAIS IMPORTANTE EM TODA SOCIEDADE.

    A GREVE CONTINUA E MINHAS CONTAS: EU PAGO DEPOIS.

  186. Cissa 22 de maio de 2012 at 13:33 - Reply

    Faço minha as palavras da aluna de MAragojipe…estou com nojo desse governo e de toda essa corja do PT. Parabéns aos professores de alagoinhas pela iniciativa de espalhar outdors com os nomes de todos os deputados que votaram pela aprovação do famigerado projeto de lei, em destaque o candidato do pt a prefeito joseildo ramos. Valeu, adorei.

  187. neide 22 de maio de 2012 at 13:29 - Reply

    O governador se recusa a pagar 22,22% para todos os professroes, alegando não ter verba, pq vários prefeitos já pagam o aumento para todos os professores? Então tem verba p os educadores municipais e para os estaduais não?

  188. luara 22 de maio de 2012 at 13:22 - Reply

    Gente, os alunos da rede Estadual em Gandu, estão organizando uma manifestação para chamar atenção do governo provavelmente essa manifestação será realizada ainda essa semana. Professores unidos jamais serão vencidos

  189. Fátima 22 de maio de 2012 at 13:22 - Reply

    Alguns pais de alunos, reunidos numa escola pública. Dizem esperar até o dia 30 de maio, para acamparem na governadoria exigindo providências para o impasse da greve.

    Os pais estão aprendendo.

    Vamos juntos pela vitória!!!

  190. VINTE E DOIS, VINTE E DOIS % 22 de maio de 2012 at 13:21 - Reply

    OLHA O QUE O NELSON FALOU QUERENDO SE EXPLICAR NO TWITTER!!!

    FORA, FORA, FORA!!! NÃO TEM MAIS VOLTA!!!!!!!!!!!

    Pré-candidato do PT à prefeitura de Salvador, o deputado federal Nelson Pelegrino entrou em rota de colisão com professores estaduais após a repercussão de uma entrevista sua ao jornal A Tarde. À publicação, o petista disse acreditar que havia uma injustiça em relação ao governador Jaques Wagner, chamado de “ditador” pelos docentes. Foi o que bastou para usuários do Twitter se manifestarem sobre o parlamentar. “Inacreditável: esperávamos tanto do PT, acreditamos no PT, na mudança e o que vemos? Um clone carlista”, criticou um usuário identificado como Jaime Guimarães. Outra pessoa, identificada como Edvaldo Couto, escreveu: “Conversa com um grupo de 18 professores ontem pela manhã. Todos revoltados. Nenhum vai votar em Pelegrino”. Possivelmente preocupado com a possível influência negativa que suas declarações tenham causado, Pelegrino também utilizou o Twitter para tentar minimizar eventuais danos. “Quero registrar que não critiquei os professores na minha entrevista no Jornal A Tarde. A manchete da capa não corresponde ao conteúdo. Declarei na entrevista que o governador tem dialogado com os servidores públicos, inclusive da educação. Tem concedido reajustes acima inflação”, argumentou. Depois, reclamou do recorte dado pelo jornal. “Era um entrevista sobre pré-candidaturas. Nada a ver com o título da capa, fora do contexto”, disse.

  191. neide 22 de maio de 2012 at 13:20 - Reply

    Nós, professores de Jaguaquara, tivemos uma conversa com o Deputado Rui Costa, entregamos um documento com as reivindicações, mas o mesmo tratou a gente com descaso, concordou com todos os atos praticados pelo governador, afirmou as mentiras que circulam na mídia e ainda defendeu o corte de salário, colegas anotem este nome: RUI COSTA do PT.

  192. Glauber Motta 22 de maio de 2012 at 13:19 - Reply

    E por que não fazer um movimento no local que o Governo está dando mais atenção? Ou seja, a Fonte Nova?
    Valente – BA continua firme e forte na causa.

  193. neide 22 de maio de 2012 at 13:14 - Reply

    Nós temos que continuar segurando a greve, e mostrar para esse governo ditador e prepotente que ele tira o salário, tira o único meio legal que os trabalhadores possuem para garantir o sustento e a sobrevivência, mas não tira a nossa dignidade, o orgulho de sermos EDUCADORES!!
    Jaguaquara está 100% na greve.

  194. Fátima 22 de maio de 2012 at 13:10 - Reply

    http://youtu.be/2fgE2hGZbA8

    Afagando nosso ego e alimentando nossa resistência. Gostei de ver isso na tv.

  195. Dylan Santana 22 de maio de 2012 at 13:09 - Reply

    A “democracia” de Jaques Adolf Wagner
    (REPASSEM A QUEM PUDER)

    Jaques Wagner dá entrevista num dia no Balanço Geral – VEJA VÍDEO

    http://www.tribunageral.com/2012/04/jaques-wagner-sai-como-mentiroso-no.html

    No outro dia… sai como mentiroso no mesmo programa – VEJA VÍDEO

    http://bizudepraca.blogspot.com.br/2012/04/veja-entrevista-de-prisco-no-balanco.html#.T7u1d5jwoxA

  196. Lúcia Silva 22 de maio de 2012 at 13:05 - Reply

    assista e repasse o vídeo do you tube “hitler contra a greve dos professores.

  197. Mara 22 de maio de 2012 at 13:03 - Reply

    Wagner está andando e … para nós professores.
    Aqui na minha cidade estamos enfrentando retaliações por parte da comunidade e de alguns colegas que desistiram da greve. É sempre assim: um volta daqui, outro volta dali e… Acabou-se o que era doce. Fim de greve e ninguém consegue é nada. Wagner sabe muito bem com quem está lidando. Isso não é PESSIMISMO, é REALIDADE. Não é a toa que os policiais escreveram numa faixa: “Governador nós não somos professores”.

  198. Rita 22 de maio de 2012 at 12:50 - Reply

    Obrigada pelo apoio aluna de Maragogipe. É disso que precisamos, do apoio de vocês.

  199. Rita 22 de maio de 2012 at 12:48 - Reply

    Vamos continuar firmas pessoal! A justiça será feita. Infelizmente o carioca só está preocupado com copa das confederações e copa do mundo e o senhor Pellegrino em fazer alianças para ganhar o poder e desgovernar junto com o senhor desgovernador… ele nos aguarde…

  200. Estela 22 de maio de 2012 at 12:46 - Reply

    Realmente, cada vez mais fote e alunos sem aula até hoje!!!!! Infelizmente não temos políticos preocupados com a educação. Afinal as medidas judiciais impetradas pelo sindicato, já temos algum resultaso? Diz-se que não se pode cortar o ponto do funcionário, mas o que vemos já é ameaça de corte do segundo mês. Até quando continuaremos com esse impasse?

  201. Dylan Santana 22 de maio de 2012 at 12:46 - Reply

    ABAIXO A DITADURA!!!!

  202. ALUNA DE MARAGOJIPE 22 de maio de 2012 at 12:43 - Reply

    DEPOIS DA PALHAÇADA DO GOVERNADOR NO BALANÇO GERAL. VOCÊS ESTÃO MAIS DO QUE CERTOS OU TUDO OU NADA. TOMEI NOJO DESSE CARA.PREPOTENTE E MENTIROSO.

    • Dylan Santana 22 de maio de 2012 at 13:10 - Reply

      Que dia foi isso, cara aluna? Tem link do video? Valeu pela força!

  203. Sônia Maria Wenceslau Guimarães 22 de maio de 2012 at 12:40 - Reply

    PROFESSORES DE WENCESLAU GUIMARÃES
    Cada vez mais forte nessa luta,rumo a vitória.

Deixe seu comentário »