APLB-Sindicato – Rede Estadual e Interior – COMUNICADO URGENTE – CUIDADO COM O GOLPE DA URV

COMUNICADO URGENTE – CUIDADO COM O GOLPE DA URV

21 de março de 2014 42

alerta-golpe

Alguns professores tem ligado para a APLB-Sindicato informando terem recebido telefonemas de pessoas que se identificam como sendo advogados, que afirmam que os valores da  URV já estão  depositados  em   conta   bancária  e que os professores devem   comparecer em   alguma agência bancária e,  no caixa eletrônico, digitar os   dados  da   conta   e senha para transferência de   valores para outra conta desconhecida.

Avisamos que se trata de GOLPE! Ainda não existe nenhuma informação sobre pagamento. 

A APLB vai manter a categoria totalmente informada sobre o trâmite que continua seguindo o curso normal.

 CUIDADO!

Não forneça seus dados de conta e nem senha para ninguém que ligue falando sobre a URV.

Em caso de dúvida procure o seu sindicato.

Diretoria do Departamento Jurídico da APLB-Sindicato

42 Comentários »

  1. JOANA M.DE JESUS 24 de junho de 2014 at 10:50 - Reply

    ETA, GOVERNO SEM VERGONHA NÃO PAGA SEUS FUNCIONARIOS, E DIZ QUE A BAHIA VAI BEM…VAMOS DÁ O TROCO NAS ELEIÇÕES DE 2014….UM ABRAÇO

  2. Ceiça Moraes 24 de maio de 2014 at 10:32 - Reply

    CAROS COLEGAS E SINDICATO APLB! AGORA O GOVERNO IRÁ CUMPRIR A DECISÃO JUIDICIAL E PAGAR A DEVIDA URV???????

    Abraços!!!

  3. Felipe Melo de S. Santos 28 de março de 2014 at 19:19 - Reply

    Iniciaremos mais uma jornada de Luta Vitoriosa, avante, lutadores orgânicos unidos jamais serão vencidos.

  4. welington moreira silva 27 de março de 2014 at 20:34 - Reply

    Sou aposentado mesmo assim continuo con tribuindo com a APLB,gostaria de saber
    sobre a tão sonhada e esperadaa URV,abraços.

  5. Dalcilete 26 de março de 2014 at 13:19 - Reply

    Boa tarde,
    Gostaria de ter informações a respeito da URV e saber também se o sindicato defenderá todos ou se terei que assinar algum documento no sindicato????

  6. LIA 22 de março de 2014 at 15:18 - Reply

    De GOLPES ENTENDEMOS,ESTAMOS IMUNES.
    AFINAL ESSA URV EXISTE MESMO?
    Nas eleições responderemos………..

  7. Ceiça Moraes 22 de março de 2014 at 11:37 - Reply

    Olá! Colegas!

    Estejam alertas para essas tentativas de GOLPE DA URV!!!!!!!!!!

    Sabe porque acontecem coisas desse tipo?
    Porcausa da demora! A Morosidade em resolver as Pendências… Pendengas do governo!!!!

    Na Secretaria da Justiça não ocorreu nada disso. Todos sabem porquê: O Sindicato da Justiça fez ACORDO FIRMADO com J.Wagner, então candidadto, na época, e PAGOU A URV DA JUSTIÇA.

    Se é para apelar, apelamos à AplbSindicato para FIRMAR UM ACORDO com os Candidatos ao Governo do Estado e, com Certeza vamos receber o que nos é devido.

    Jaques Wagner falhou! Não pagou! Apesar de que o Tema URV fora o “Carro-Chefe” de sua Campanha.

    AGILIDADE É PRECISO!
    JUSTIÇA!!!!!
    QUEREMOS RECEBER A URV!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Cordiais Saudações!

  8. Ceiça Moraes 21 de março de 2014 at 23:25 - Reply

    Olá! Senhores e Doutores da AplbSindicato,

    Negociem aí com o governo JW ou com os Candidatos a governo do estado, acertem, firmem um acordo sério e, façam um comunicado em Assembleia!
    Aí acaba a especulação e essas tentativas de Golpe.
    A dúvida, a angústia, indignação de todos é o que faz gerar todo tipo de expectativa, além de despertar os golpistas para ficarem ligando para os funcionários públicos tentando dar golpes, OK?
    Com os funcionários públicos da justiça, não aconteceu nada disso!
    Acertaram, ou seja, firmaram ACORDO com JW, ora candidato na época e…RECEBERAM A URV.

    O que o Sindicato “mais forte, mais competente que cobra e recebe Imposto Sindical” tem que fazer pelos ASSOCIADOS?????????
    Quais são mesmo as OBRIGAÇÕES de um Sindicato forte?

    Cordiais Saudações.

  9. roberto sena porto 13 de fevereiro de 2014 at 10:31 - Reply

    no dia 10 de fevereiro de 2014 foi publicado o acordão do processo da URV, no supremo tribunal federal. agora eu quero saber se o governo vai realmente pagar essa bendita URV,aos funcionarios publico do estado da bahia. com a palavra o sr governador do estado.

  10. marta 4 de janeiro de 2014 at 19:27 - Reply

    Quando será pago salario ferias?

  11. Carlos 16 de dezembro de 2013 at 9:11 - Reply

    DIA 17 DE DEZEMBRO VAMOS PARALISAR PELA URV!
    http://www.fetrab.org.br/noticia.php?id=22

  12. Alagoinhas 15 de dezembro de 2013 at 0:36 - Reply

    Os desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia, por maioria, decidiram extinguir o processo de autoria do governo do estado, mantendo a sentença que determinava o pagamento da URV à categoria. O julgamento da ação rescisória foi na manhã dessa quinta-feira (26/9) e o resultado foi comemorado pelos trabalhadores em frente ao TJ, no CAB, com foguetes e gritos de “A URV é nossa!”.
    Os desembargadores, diante da “incompatibilidade jurídica da ação rescisória” arguída pelo advogado Genésio Ramos, em nome do Sindsaúde, mantiveram a decisão anterior do TJ, que em 2009 deu ganho de causa aos trabalhadores. Dirigentes do Sindsaúde-BA e servidores acompanharam o julgamento e ressaltaram a importância da categoria permanecer mobilizada até o final da Ação Nº 0178238-87.2004.805.0001, impetrada pela entidade desde 2004. A ação rescisória, segundo o assessor jurídico Gilvan Assumpção, foi um expedientes utilizados pelo governo para protelar o pagamento da URV dos servidores. Por mais de dois anos o Estado se recusou a cumprir a determinação judicial de apresentar a documentação dos servidores ao processo de cobrança, para que fossem feitos os cálculos dos valores devidos.
    A presidente do sindicato, Inalba Fontenelle, comemorou a decisão do TJ por ser “uma prova de que a Justiça reconhece o direito dos trabalhadores da Saúde e de todo o funcionalismo do Executivo à URV, a exemplo do que já foi assegurado aos dos poderes Legislativo e Judiciário”.
    Para a diretora e vereadora Aladilce Souza, o resultado do julgamento deu um novo ânimo à categoria. “Hoje conseguimos barrar a tese do governo e reafirmar nosso direito à URV”.
    O processo – Dezembro 2004: Sindsaúde entra na Justiça com a ação de cobrança da URV; Maio de 2007 – A juíza da 7ª Vara da Fazenda Pública garante aos servidores da Saúde o pagamento da URV; Setembro de 2008 – A 3ª Câmara Cível anula a sentença favorável ao Sindsaude; Setembro de 2009 – À unanimidade, o Tribunal de Justiça acolhe recurso do Sindsaúde e condena o Estado da Bahia no pagamento da URV; Maio de 2010 – Ação transita em julgado, dando decisão favorável aos trabalhadores; 2011 – O Sindsaúde inicia a cobrança da URV e o Estado, por diversas vezes, pede prorrogação dos prazos para apresentar a documentação necessária para elaboração dos cálculos.

  13. Clovis 14 de dezembro de 2013 at 3:14 - Reply

    Todos os funcionários públicos do Brasil têm interesse na publicação do acórdão sobre o pagamento da URV . De setembro passado até hoje , meados de dezembro estamos a aguardar e nada . Quem pode nos esclarecer de modo perfeito sobre o que está acontecendo ?
    Vale ponderar que se o governo vai pagar a URV e o ano que vem é um ano politico e compreensível que eles queiram explorar politicamente este processo.
    A demora na publicação deste acórdão é absurda e requer de nós o inicio de uma nova luta .

  14. Enoque Silva Santos 10 de dezembro de 2013 at 13:44 - Reply

    Colegas diretores,

    Conforme, informou o colega Antônio Carlos , da plenária que ocorreu no último dia 28/11 no auditório da AFPEB que contou com 17 representações sindicais do Executivo, além da FETRAB e AFPEB, onde ficou deliberado que haverá uma grande manifestação no dia 17 de dezembro de 2013, às 9:00 horas na Governadoria e caminhada até a Assembleia Legislativa do Estado – ALBA , reitero que até a presente data não foi divulgada nenhuma noticia no nosso SITE.

    Observo comentários ponderados sobre a URV , outros infundados; o fato é que ante toda as circunstâncias jurídicas em torno da questão, os trabalhadores precisam entender que o governo só atenderá por pressão dos trabalhadores , portanto a APLB precisa divulgar o resultado da plenária do último dia 28 , onde a Profª Olivia este representando a APLB, e fazer a convocação para o ato do dia 17, inclusive com outdoor e outros meios de divulgação.
    Do contrário, o tempo passa e ficaremos a ver navios, sabemos que a data não é tão atrativa, final de ano, mas não temos outra alternativa , é partir para mobilização, temos ainda a nossa data-base em janeiro de 2014 é bom pressionar , só lembrar que este ano foi àquela luta para conseguirmos o linear e , ainda ,fracionado.

    Prof. Enoque

  15. raimunda felipe 5 de dezembro de 2013 at 21:07 - Reply

    preciso saber de informações sobre a urv, quando vão pagar, se é preciso colocar um advogado para que eu possa receber. moro no interior e não tenho uma informação certa. por favor colegas me dê uma posição. obrigado e Deus abençoi a todos.

  16. FRANCISCO A. LEAO 5 de dezembro de 2013 at 3:35 - Reply

    PASSEI 27 ANOS NO ESTADO, SENDO 10 CO 20 HORAS E 17 COM 40. SAÍ COMPULSORIAMENTE AOS 70. ESTAVA NA AQTIVA PERCEBENDO EM TORNO DE 6 OOO REAISW, APOSENTARAM~ME COM 2300 OU SEJA ESFACELARAM MEU ORÇAMENTO. O QUE FAÇO MEU TELEFONE É 3322-1447. AJUDEM-ME POR FAVOR

  17. Marcos César dos Santos Silva 4 de dezembro de 2013 at 18:34 - Reply

    Gostaria de saber como anda a questão da URV.

  18. antonio carlos souza fernandes 4 de dezembro de 2013 at 16:18 - Reply

    Participaram todos os Sindicatos e a Federação dos Trabalhadores dos Estado da Bahia na Associação dos Funcionários Público do Estado, de uma Assembleia e a APLB foi representada pela a Professora Olivia, ficou decidido que haverá uma grande manifestação no dia 17 de dezembro de 2013, ás 9:00 horas na Assembléia Legislativa do Estado – APLB até a presente data não foi divulgada nenhuma noticia no seu SITE, para conhecimento dos seus associados. Esperamos contar com o apoio de todos especialmente da equipe responsável pela divulgação das atividades desenvolvidas pela Diretoria do nosso Sindicato.
    Esperamos resposta para conhecimento de todos
    Antonio Carlos

  19. pablo 3 de dezembro de 2013 at 21:08 - Reply

    PROFESSORA!!!! QUE GROSSERIA É ESSA COMOS SEUS COLEGAS? POR FAVOR, ACHA POUCO O QUE O ESTADO FAZ COM A CATEGORIA? AGORA A SENHORA QUER SER A DONA DA VERDADE? POR FAVOR, RESPEITO É BOM COM TODOS OS NOSSOS COLEGAS.

    COM TODO ESPEITO À SENHORA.

    PABLO

  20. Izabel 2 de dezembro de 2013 at 13:12 - Reply

    Gostaria de saber que de para receber o valor referente ao pagamento da urv ‘e necessario mover um processo na justiça,mesmo sendo filiada a aplb desde 1993, ano que tomei posse no Estado?
    Respondam-me por favor.
    Grata,
    Izabel

  21. BELA 21 de novembro de 2013 at 14:23 - Reply

    olá.
    Tenho 31 anos de serviço, e 50 anos de idade,tenho duas pecúnias para receber,ainda estou na ativa.Gostaria de saber se é necessário esperar o intersticio de um ano para ter direito as mesmas? Com esse tempo deveriamos receber consecutivamente.
    APLB faça alguma coisa para reverter essa situação,pagamos tanto ao sindicato…

  22. Anaq Maria Dantas Torres 21 de novembro de 2013 at 10:32 - Reply

    Bom dia!

    Gostaria de receber informações a respeito da URV.

  23. maria joana b.de souza 20 de novembro de 2013 at 22:58 - Reply

    Na realidade, não tenho mais nem uma esperança deste governo nos pagar decentemente, pois a enrolação é demais. Que horror! Nunca vi tanta descaso.

  24. JOAO PEDRO 13 de novembro de 2013 at 20:38 - Reply

    RUI O SENHOR DISSE NO VÍDEO QUE TODOS TINHAM DIREITO A URV O LÍDER DO GOVERNO AFIRMOU O CONTRÁRIO

    URV

    Questionado sobre o pagamento dos trabalhadores da Delta, prestadora de serviços ao governo do estado, o Deputado afirmou que já estão pagos. Já com relação à URV- Unidade Real de Valor, que deverá ser repassado aos funcionários públicos estaduais e municipais que sofreram perdas salariais devido à transição monetária do cruzeiro para o real, Zé Neto explicou que a decisão do Supremo Tribunal Federal não é favorável a todos. “O Supremo vai ter que apontar uma saída de como será feito o pagamento, e vai ter que designar como os estados farão esse pagamento sem repercutir no campo de pessoal, porque senão estoura a conta. Tem uma decisão favorável e não tem uma decisão de como pagar e quem é que vai receber, quem são os que têm direito, se todos ou só os que entraram na Justiça, e como vão ser as execuções que agora estão sendo apontadas como execuções individuais”

  25. Cleunice Fernandes da Silva Andrade 9 de novembro de 2013 at 20:33 - Reply

    Olá Rui! Gostaria de saber se é possível um grupo de professores entrar na justiça contra o governo para receber o direito da URV. Você acha viável? Me responda por favor.

  26. Aposentada buscando os seus direitos 8 de novembro de 2013 at 14:21 - Reply

    Professora muito deselegante o seu relato, se estamos cobrando do Sindicato alguns esclarecimentos é porque estamos acompanhando as suas ações. Somos contribuintes e temos o direito as informações. Quem mora no interior a quase mil quilômêtros de distancia de Salvador não tem condições de estar aí para saber das notícias, além do mais nosso salário não dá para nada. Seja mais humilde e ajude os colegas nas informações já que está aí em todos os momentos. Para você ter uma idéia professora, aqui no município onde moro não tem representante da APLB, e as informações não chegam. Acompanhamos sim pelo site e quando temos dúvidas vamos solicitar sim do Sindicato, acredito que você não faz parte da Diretoria da APLB por isso nos rebate dessa forma.

  27. Professora 8 de novembro de 2013 at 0:12 - Reply

    Não é possível que ainda há colegas que não acompanham as assembleias, nem tão pouco assistem aos vídeos da APLB !!!! Por isso fazem perguntas e colocações , demonstrando que estão alheios a tudo que se passa com o sindicato.
    Querem saber seus direitos, compareçam e participem dos movimentos. É muito bom saber que receberá uma “graninha” sem ter dado um passo em prol da sua classe. São esses que perguntam: “Como foi a reunião? Me diz aí, vamos receber a URV?. Não é só de aula que vive o servidor, é de sindicato também. COMPAREÇA NO SEU SINDICATO. PARTICIPE.

  28. Liz 7 de novembro de 2013 at 1:41 - Reply

    A CONTRIBUIÇÃO SINDICAL E SUA IMPORTÂNCIA NA CONSTRUÇÃO DE UM SINDICALISMO FORTE E ATUANTE

    Um Sindicato não defende apenas seus filiados

    O Brasil possui, hoje, 20 milhões de trabalhadores sindicalizados, responsáveis pela existência de 11,4 mil entidades sindicais de trabalhadores. Mas no exercício do seu papel representativo, estes sindicatos defendem, junto aos sindicatos patronais ou diretamente aos empregadores, os direitos e as conquistas de um contingente muito maior de pessoas.

    Toda a vez que um sindicato negocia com uma categoria patronal, as vantagens obtidas da negociação não ficam restritas aos seus associados: por força de lei, elas são estendidas a todos os profissionais que fazem parte da mesma categoria, indistintamente, mesmo que não sejam sindicalizados.

  29. Manoel Leonidas Oliveira Rios 6 de novembro de 2013 at 13:17 - Reply

    Concordo com alguns comentários de colegas. É necessário que a APLB esteja sempre colocando para nós o que está ocorrendo em relação a URV.

    Leo Rios

    • Hamilton 14 de novembro de 2013 at 11:31 - Reply

      è isso aí companheiro a luta continua, grande abraço amigo Leo

  30. neusita 6 de novembro de 2013 at 1:51 - Reply

    A URV deverá ser colocada no orçamento em março de 2014 ou em orçamento complementar segundo Roberto Dias..Nem façam planos para agora e se não para nos precatórios.
    http://infor-publico.webnode.com/

  31. Cirlene de Lima 5 de novembro de 2013 at 23:42 - Reply

    Gente, vamos cobrar do Sindicato o apoio para deferirem os pedidos de unificação de cadastros para resolver a questão das várias dezenas, quiça, centenas de professores que correm o risco de serem exonerados. Aplb, cadê vocês?????

  32. Jesimiel Palmeira 5 de novembro de 2013 at 14:08 - Reply

    Já esta sendo veiculado nas escolas que cada professor deve entrar na justiça requerendo os valores da URV é verdade?

  33. FLORDENI 3 de novembro de 2013 at 10:49 - Reply

    É urgente que o sindicato convoque uma assembleia ou coloque no site as informações sobre a URV. A informação oficial evitará a grande especulação que o tema está gerando. Esperamos que o nosso sindicato nos informe dos passos que temos que seguir para receber a correção da URV.

  34. José Luiz Souza Couto 2 de novembro de 2013 at 20:43 - Reply

    Essa U.R.V, tem futuro? Já estou perdendo as esperanças!

  35. Jeanne Rezende 1 de novembro de 2013 at 12:34 - Reply

    Bom, se as informações não estão a contento, abre espaço a golpes como os que estão circulando por aí. Mas, gente gastar por conta não dá,né? Nem temos como gastar nosso suado dinheirinho depositando em contas estranhas… Nós temos de receber e não pagar! A Justiça deve dar resposta definitiva. Vamos ficar de olho!

  36. Ana 1 de novembro de 2013 at 12:04 - Reply

    Gostaria de receber maiores informações sobre a lei que beneficia os Readaptados Funcionais. Por exemplo, quem já esteve nestas condições em anos anteriores serão beneficiados de alguma forma?
    Grata.

  37. Dilma Leal 31 de outubro de 2013 at 20:27 - Reply

    Gostaria de ter alguma orientação sobre a URV
    Quando o sindicato vai reunir os professores para explicar sobre o andamento da URV?

  38. Claudio Rocha 31 de outubro de 2013 at 0:06 - Reply

    Quem tem direito a URV?
    Os contratados a partir de 2000 terão algum benefício direto com essa conquista?
    Aguardo retorno.

  39. Alex 30 de outubro de 2013 at 15:27 - Reply

    Gostaria de saber se os funcionários que entraram no estado no ano de 2000 terão direito a URV?

  40. José Aragaõ 30 de outubro de 2013 at 11:40 - Reply

    Bom dia, gostaria de saber o que aconteceu na ultima reuniaõ com representate do governo a respeito do pagamento da urv, abraços e lute mesmo por esta causa.

  41. EDILENE MATOS 30 de outubro de 2013 at 10:18 - Reply

    MUITOS PROFESSORES ALEGAM QUE PARA RECEBER A URV É PRECISO COLOCAR NA JUSTIÇA.NÃO CABE AO SINDICATO ESTA RESPONSABILIDADE UMA VEZ QUE SOMOS SINDICALIZADOS?É PRECISO ASSINAR DOCUMENTOS ESPECIFICOS?NÃO RECEBEMOS NENHUM DOCUMENTO DO SINDICATO REFERENTE A ESTE ASSUNTO.APOSENTADOS E PENSIONISTAS ESTÃO DENTRO DO LISTÃO DA JUSTIÇA?POR FAVOR ENVIE-NOS CORRESPONDENCIA A RESPEITO E ASSIM EVITAR DESINFORMAÇÕES.PORQUE DESMEMBRARAM A POLICIA?NÃO REPRESENTAMOS O EXECUTIVO?

Deixe seu comentário »