Opções

Ache fácil

LUTA DOS EDUCADORES MUNICIPAIS SEGUE FIRME COM A CONDUÇÃO DA APLB-SINDICATO

A APLB-Sindicato tem cumprido com firmeza e ousadia a condução da luta contra a retirada dos direitos dos trabalhadores previstos em lei, que está sendo imposta por Temer e ACM Neto.

Assim, parabenizamos a todos os companheiros que têm participado efetivamente das atividades de forma aguerrida, no enfrentamento contra os desmandos do Executivo Municipal e, sobretudo, na construção e aprovação das atividades de acordo com a deliberação da assembleia.

Foi uma semana vitoriosa, em que as ações realizadas foram motivos de elogios por parte da população e da comunidade escolar, que sabem que a luta dos trabalhadores em educação é justa e legítima.

A agenda apreciada e aprovada pela categoria, em assembleia na última terça-feira, dia 1º de agosto, foi:

01/08 – Caminhada após a assembleia até a Praça Municipal, denunciando a situação da Educação de Salvador;
02/08 – Manifestação na SMED pela manhã e, à tarde, vigília na Piedade para acompanhar a votação na Câmara Federal da aceitação da denúncia contra Temer por corrupção passiva, oferecida pela Procuradoria Geral da República;
03/08 – Manifestação na Praça da Piedade com “Caminhada do Adesivaço” em direção à Estação da Lapa, passando pela sede da GRE Centro;

Assim é a luta de qualquer categoria de trabalhadores: FIRME, COESA, COM UNIDADE, pois quem decide os rumos e ações do movimento é a categoria, mediante aprovação da agenda em assembleia!

A direção da APLB-Sindicato já se reuniu com o Sindseps para definir a data do DIA MUNICIPAL DE LUTA DOS SERVIDORES, quando será realizada uma grande atividade de combate às ações do Executivo Municipal que, além de não atender às reivindicações, corta o salário dos trabalhadores que lutam por educação pública de qualidade e pela valorização da categoria.

A APLB-Sindicato tem buscado insistentemente as negociações com o Executivo Municipal, e existe a possibilidade de que a quinta rodada de negociação ocorra no início da próxima semana. Ela será seguida da Reunião de Representantes e da convocação de nova Assembleia Geral para discutir os rumos do movimento.

Reafirmamos que a assembleia é a instância máxima da categoria, que decide de forma unificada os rumos do movimento.

Diretoria da APLB-Sindicato

Top