Opções

Ache fácil

MANIFESTAÇÃO NA SEC: SECRETÁRIO RECEBE A APLB-SINDICATO E ASSEGURA QUE FUNCIONÁRIOS TERCEIRIZADOS SERÃO PAGOS ATÉ O FINAL DO MÊS

A APLB-Sindicato, acertadamente, chamou a categoria para uma manifestação na quarta-feira, 20 de julho, na Secretaria da Educação, no CAB, para exigir do governo uma solução imediata para a situação dos funcionários terceirizados.

A mobilização contou com a presença da comunidade escolar (estudantes das escolas do Subúrbio Rodoviário; do bairro de Brotas; do município de Arembepe; representantes da UJS, da UMES, professores, funcionários e diretores de escolas).

Durante o ato, a diretoria da APLB foi recebida pelo titular da SEC, Walter Pinheiro, e sua equipe. A delegação incluiu trabalhadores em educação da capital e do interior e representantes do Fórum de Gestores Escolares da Rede Estadual.

Na reunião, o secretário Walter Pinheiro apresentou a nova proposta de contrato entre as empresas terceirizadas, prestou contas dos pagamentos já realizados e as pendências, ainda existentes, que promete regularizar até segunda-feira, 25. Pinheiro, durante a reunião, assinou os novos contratos de algumas empresas. Ele disse que até o final deste mês concluirá o processo de liquidação da fatura rescisória, ou seja, o pagamento dos salários de junho, mais os vales-alimentação e transporte.

Pinheiro ouviu atentamente a APLB-Sindicato e os representantes do Fórum de Gestores e acatou a proposta de exigir das empresas, mensalmente, a lista real, impressa e por meio eletrônico, dos funcionários das escolas.

A APLB-Sindicato ressalta a participação dos estudantes, tanto da capital, quanto do Colégio Estadual Nadir Copque, de Arembepe, e da comunidade escolar, em geral, nessa manifestação. “Temos uma parceria com os estudantes e com os funcionários, numa prova de que todos são fundamentais para o bom andamento das escolas e, em consequência, do ensino”, enfatizou a coordenadora-geral em exercício da APLB-Sindicato, professora Marilene Betros.

Ela ressaltou também o papel do Executivo estadual para a resolução do problema: “O Executivo, na pessoa do secretário de Educação, Walter Pinheiro, sentou à mesa, mais uma vez, com a APLB e com os representantes do Fórum de Gestores, demonstrando interesse em equacionar as questões e tranquilizar a comunidade escolar”.

De acordo com Marilene Betros, “a APLB-Sindicato continuará diligente para as questões que envolvam os funcionários da educação”.

Sobre a reposição das aulas nas escolas onde os problemas da falta de funcionários se acentuaram, haverá uma reunião entre a APLB, o Fórum de Gestores e a SEC para organizar  uma proposta de agenda nesse sentido.

Veja abaixo a galeria de fotos:

Manifestação SEC9

 

Manifestação SEC7 Manifestação SEC14

Manifestação SEC1

Manifestação SEC5

Manifestação SEC15

 

Notícias anteriores

Vamos juntos! APLB e estudantes protestam em Defesa da Escola Pública, nesta quarta (20), na SEC (no CAB).

Screenshot_2016-07-14-23-27-56-1

 

 

 

 

 

 

Tem início a Mobilização em Defesa da Escola Pública nesta quarta-feira (20), em frente a Secretaria Estadual de Educação, no CAB. A APLB-Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia junto com estudantes, gestores escolares e toda a categoria cobra do secretário de Educação respostas ao documento encaminhado pela APLB-Sindicato sobre a solução dos problemas das escolas, principalmente a falta de funcionários.

A APLB-Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia convoca a categoria para participar do Ato em Defesa da Escola Pública de Qualidade.  A mobilização será realizada na Secretaria de Educação do Estado da Bahia (SEC), no Centro Administrativo (CAB), na quarta-feira,  20 de julho, às 9h, quando cobraremos do secretário de Educação, respostas ao documento encaminhado pela APLB-Sindicato sobre a solução dos problemas das escolas, principalmente da falta de funcionários. ATENÇÃO: NÃO HAVERÁ PARALISAÇÃO DAS ATIVIDADES NA REDE.

Diretoria da APLB-Sindicato

Top