Opções

Ache fácil

APLB mobiliza professores em Alcobaça e conquista a instalação de uma Comissão Paritária para rever alterações que ferem direitos dos servidores

Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (4), entre a APLB-Sindicato de Alcobaça, Gestor Léo Brito e vereadores do município para debater o impasse da greve na Educação de Alcobaça, após horas de debate e exposição dos efeitos e prejuízos que as Leis 813 e 814/19 trarão  ao servidor, ficou acordado que o gestor irá publicar um Decreto no Diário Oficial do Município, no qual institui uma Comissão Paritária para debater e rever as alterações sofridas no Estatuto e Plano de Cargos e Salários dos Servidores em Educação. Após a publicação do decreto, a direção da APLB-Sindicato convocará assembleia com a categoria para votação pelo fim da greve. A primeira reunião da Comissão ficou agendada para a próxima segunda-feira (9).

A greve foi desencadeada  por conta de um projeto do Executivo municipal que previa cortes no reajuste salarial e além de entraves nas eleições de diretores de forma democrática, progressão continuada do salário, gratificação por estímulo e estabilidade no trabalho. 

Top