Opções

Ache fácil

APLB promove manifestação na SEC e cobra diálogo com o Governo do Estado pela manutenção da Gratificação de Difícil Acesso cortada de maneira abrupta e arbitrária

Fotos: Jorge Carneiro

A APLB-Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia promoveu na manhã desta quinta-feira (9), uma grande manifestação na Secretaria de Educação do Estado (SEC), no Centro Administrativo da Bahia. O protesto foi gerado pelo corte abrupto e arbitrário, em cinco escolas estaduais, da gratificação pelo exercício em Escola de difícil acesso, pelo Governo do Estado. 

Com um número expressivo de trabalhadores e trabalhadoras em Educação da rede pública, a manifestação, que contou com o apoio dos diretores sindicais Jorge Carneiro, Olívia Mendes e José Lourenço Dias, teve como objetivo provocar a abertura de um diálogo com o governo na tentativa de manter a gratificação do difícil acesso dos professores. Inclusive, o governo havia garantido, através de Ney Campelo que pelo menos uma destas cinco escolas que seriam militarizadas seria mantido o difícil acesso, mas não foi o que ocorreu.

A direção da APLB-Sindicato irá continuar firme na defesa dos direitos dos trabalhadores em educação e espera sensibilizar o governador Rui Costa para que negocie junto ao Sindicato e professores. 

 

Top