Opções

Ache fácil

ATENÇÃO! PROFESSORES REDA QUE ATUAM NA REDE MUNICIPAL – SUSPENSA A REUNIÃO MARCADA PARA AMANHÃ (SÁBADO 18/05)


Por motivo de força maior teremos que suspender a reunião marcada para este sábado, dia 18 de maio. A nova data fará parte da agenda que será apresentada e a provada na assembleia.


Fiquem certos que vocês são muito importantes para nós, são nossos companheiros, colegas, pois cumprem as mesmas atribuições dos professores que pertencem ao Quadro Efetivo da Prefeitura do Salvador. A única diferença é essa! Por isso, não concordamos com o contrato temporário porque o trabalhador Reda fica vulnerável, pois aumenta da rotatividade do trabalho, a perda de direitos (como é o caso da reserva da jornada de trabalho), queda dos salários e piora no ambiente de negociação com o executivo.


Só pra lembrar, na campanha salarial do ano passado (2018) tivemos que enfrentar uma greve de 35 dias para que o executivo municipal nos escutasse e entendesse que nós estávamos exigindo tratamento igual, e concedesse o mesmo percentual de reajuste aos professores do Quadro Efetivo, Reda e Aposentados.

Conseguimos! Outra grande vitória da nossa greve foi a convocação do concurso público, quando vocês, ao serem aprovados no concurso, terão segurança na vida funcional, , pois comporão o Quadro Efetivo do Magistério Público da Prefeitura de Salvador;


Essa decisão da categoria foi digna de aplausos, pois foi a clara e linda demonstração de unidade e força de uma categoria aguerrida!


Não concordamos com essa politica nefasta do contrato temporário, da terceirização!


Lutamos para que os governos cumpram o principio constitucional previsto no seu art. 37, quando prevê que a “… investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos…”;


Lutamos pela reserva da jornada de trabalho para vocês, professores REDA;


Lutamos contra a Reforma da Previdência e vocês serão os mais atingidos, já que vai contar a idade e o tempo de contribuição se estiverem em atividade;
Lutamos contra o golpe na educação: corte de verbas das universidades federais; retirada de bolsas para mestrado e doutorado; contra a suspensão da autonomia nas universidades federais, e já se fala em acabar com o FUNDEB;
Lutamos contra o governo fascista e ultraliberal de Bolsonaro, por mais emprego, distribuição de renda e a defesa do Estado Democrático de Direito;


Venham para a LUTA!
Marquem suas presenças na Assembleia, dia 23/05 (quinta feira), as 14 h, no Ginásio dos Bancários .

Top