Opções

Ache fácil

Chamas da ignorância ou da ganância?

Matar uma floresta, sobretudo,.a maior floresta tropical do mundo, é matar a si próprio. Um governo que desmonta todas as políticas de preservação ambiental está fadado ao fracasso e ao isolamento. O fim do Fundo Amazônia, das fiscalizações do IBAMA, a transferência do órgão para o Ministério da Agricultura, o incentivo ao extermínio dos Povos Indígenas e as ordens para o fim das demarcações de terras indígenas serviram de “faíscas” para as queimadas na floresta.

Bolsonaro foi eleito pelos seus iguais, violentos, homofóbicos, machistas e disseminadores do ódio, isso é fato. Mas, até essas figuras indesejáveis ao convívio social sabem que se ganha mais com uma floresta em pé do que destruída. Afinal, entre eles existem pessoas com conhecimento para entender essa lógica da natureza.

Em Biologia existe o que é conhecido como SIMBIOSE, que relaciona a existência dos animais a dos vegetais, ou seja, para que um sobreviva o outro tem que existir. Essa lógica se explica pelo processo da Fotossíntese (significa o processo biológico realizado através da clorofila presente nas plantas verdes, que, através da energia da luz solar, absorvem água e dióxido de carbono da atmosfera que são transformados em energia química.

Simultaneamente, há libertação de oxigênio na atmosfera, que renova e purifica o ar.) quando os vegetais produzem seu próprio alimento usando o Gás Carbônico (CO2), produto da respiração animal, como matéria prima e eliminando o Gás Oxigênio (O2) matéria prima da nossa respiração e de todos os outros animais. Isso é Simbiose, essa é uma das premissas que devemos usar para sermos Preservacionistas.

A outra, não menos importante, é a teoria da Captura de Gás Carbônico que a floresta é capaz de fazer, não só da Respiração Animal, mas da produção industrial e afins. Esse processo só é possível com a existência das florestas preservadas em todo o mundo, daí a importância de incentivar a educação ambiental, evitando desmatar, queimar e poluir. Estas são atitudes de autodestruição que são promovidas, muitas vezes, pela ignorância ou pela ganância, que tem origem no capitalismo selvagem. Tudo isso gera o aquecimento global, que provoca o degelo da Calota Polar, a morte dos recifes de coral, inundações e toda sorte de desastre no meio ambiente!!!

“O ser humano é parte da natureza e não dono dela.”

Professor João Santana – Especialista em Educação Ambiental e Diretor de imprensa da APLB Sindicato

 

Top