Opções

Ache fácil

Dirigente da CTB critica ação de reitor da Uneb em eleição para diretores de departamentos na instituição

Deplorável e antidemocrática. Com esses adjetivos, o vice presidente nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil [CTB], Claudemir Nonato, classificou a postura do atual reitor da Universidade do Estado da Bahia [Uneb], José Bites, que segundo ele, vem agindo de maneira acintosa na eleição dos diretores de departamentos da Uneb.

Em cartas assinadas por Bites aos integrantes dos Departamentos de Ciências Humanas e Tecnologia do campus Irecê e Departamento de Tecnologias e Ciências Sociais do campus Juazeiro , o reitor claramente aponta seu declarado apoio para candidaturas por conta do alinhamento com o projeto político da atual gestão. “Essa postura antidemocrática não condiz com o espírito que deve permear as ações na academia. O reitor deveria zelar pela liberdade de pensamento e escolha. Diferente disso, tenta manipular consciências e impor sua vontade pessoal à comunidade acadêmica como uma espécie de troca de favores. Isso é deplorável e demonstra que ele não honra o posto que ocupa, muito menos, respeita a história democrática da Uneb”, disse Nonato que também integra a corrente Sindicalismo Socialista Brasileiro [SSB] na Bahia.

Os argumentos apresentados pelo reitor para assediar a comunidade acadêmica e impor os nomes que apoia são vistos pelo socialista como inconsequentes. “Não imagina o reitor Bites que contribui de maneira equivocada para que atitudes que vemos no cenário nacional se perpetuem. O golpe político que inviabiliza o país é exemplo disso. Querer alinhar a estratégia política da sua gestão é algo que não garante a capacidade de gerir, ao contrário esse argumento é vazio e configura o despreparo latente para conduzir uma instituição da envergadura que tem a nossa Uneb. Isso é vergonhoso, uma situação surreal”, completou.

Top