Opções

Ache fácil

Em Jequié, assembleia dos professores delibera por suspensão temporária do movimento de greve

A APLB-Sindicato dos Trabalhadores em Educação está sempre presente nas lutas dos professores do interior do Estado. Desde o início do movimento dos trabalhadores em Educação do Município de Jequié em defesa dos seus direitos, a direção da Executiva emitiu nota de repúdio contra os ataques do prefeito do referido município esteve atenta, apoiando às mobilizações. Acompanhe aqui.   

Em assembleia na última quarta-feira (28), os professores municipais de Jequié deliberaram pela suspensão temporária do movimento grevista. Houve alguns posicionamentos contrários a suspensão, mas o número de professores favoráveis foi bem maior. A categoria retorna as atividades normais nesta quarta-feira (29). A aprovação da suspensão da greve pela maioria foi condicionada até que haja a abertura do diálogo que discutirá o Pagamento da Gratificação Valorização/Regência.

Na assembleia foi apresentado o resumo do despacho do Tribunal de Justiça da Bahia que majora a multa diária para a quantia não inferior a R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para o Sindicato. Diante da gravidade da situação, os professores reafirmaram a continuidade do estado de mobilização e votaram pela participação em uma agenda de luta constante pela manutenção dos direitos historicamente garantidos em Lei.

A programação da agenda de luta engloba buscar a abertura do diálogo com a Comissão Permanente de Negociação – CPN o quanto antes; participação na Sessão da Câmara de Vereadores; uma Manifestação/Ato de Resistência com saída do Colégio Presidente Médici até a Secretaria Municipal de Educação – SME, entre outras atividades. A próxima Assembleia da Categoria está agendada para o dia 10/09 (terça-feira), onde haverá a discussão sobre os avanços da agenda de luta.

APLB, a luta é para valer!

Top