Opções

Ache fácil

Em manifestação irreverente, o “Forró dos Sem”, reuniu servidores de diversas categorias em grande protesto, na SAEB

Na manhã desta quinta-feira (13), os servidores públicos de diversas categoria estiveram reunidos na entrada principal da Secretaria de Administração da Bahia (SAEB), no CAB, e “rogaram ao velho Santo Antônio”. Numa manifestação bastante irreverente os trabalhadores em educação e demais servidores públicos promoveram o “Forró dos Sem” – Sem reajuste, sem URV, sem Planserv, sem diálogo, sem comarca e sem reclassificação, com o objetivo de fazer com que o Governo Rui Costa possa dialogar com o funcionalismo.

O protesto organizado pelas cinco entidades que representam o funcionalismo público do Estado da Bahia (APLB-Sindicato, SINTEST/BA, SINDSEFAZ, , SINDSAÚDE e SINPOJUD) contou com a apresentação de um trio nordestino, comidas típicas e forró.

Em sua fala o professor Rui Oliveira, coordenador-geral da APLB-Sindicato reforçou a necessidade da luta conjunta e convocou todos os trabalhadores e trabalhadoras para participar da Greve Geral nesta sexta-feira, 14 de junho.  Ato público às 7 horas, na Rótula do Abacaxi, e às 15 horas, no Campo Grande. É a greve geral nacional contra o fim da aposentadoria!

No 2 de Julho, as cinco entidades estarão juntas novamente para protestar no desfile cívico.

Confira aqui a reportagem da TV APLB:

Fotos e vídeo: Getúlio Lefundes

Notícias anteriores

PARALISAÇÃO COM UM ATO PÚBLICO NA SAEB, NESTA QUINTA-FEIRA, 13 DE JUNHO, ÀS 9 HORAS

As cinco entidades que representam o funcionalismo público do Estado da Bahia (SINTEST/BA, SINDSEFAZ, APLB-Sindicato, SINDSAÚDE e SINPOJUD) realizam grande manifestação na quinta-feira, dia 13, às 9 horas, na Secretaria de Administração da Bahia (SAEB), no CAB. O objetivo é fazer o Governo Rui Costa dialogar com o funcionalismo.

A APLB-Sindicato orienta a paralisação da rede estadual nos dias 13 e 14 de junho .

É importante anotar na agenda: no dia 14, em Salvador, tem ato público às 7 horas, na Rótula do Abacaxi, e às 15 horas, no Campo Grande. É a greve geral nacional contra o fim da aposentadoria!

No interior, a orientação da APLB-Sindicato é articular atos conjuntos e paralisar os trabalhos nas escolas em 13 e 14 de junho.

Notícias anteriores

Top