Opções

Ache fácil

NA ASSEMBLEIA DA REDE MUNICIPAL DE SALVADOR PREVALECEU A UNIDADE E A RESISTÊNCIA!

A assembleia da rede municipal, precedida da reunião de representantes, avaliou as negociações ocorridas entre a direção da APLB-Sindicato e o Executivo Municipal e aprovou uma agenda de lutas específica da Campanha Salarial 2019,  combinada com a agenda da Frente Brasil Popular e Centrais Sindicais. Já está entendido pela categoria que não é possível desvincular os problemas vividos na educação municipal com  toda  situação que os  trabalhadores vêm enfrentando em nível nacional, como a reforma da previdência,  fruto da política ultraliberal e fascista do  governo Bolsonaro.

SOBRE AS NEGOCIAÇÕES COM O EXECUTIVO MUNICIPAL:

  1. Sobre o reajuste salarial:

Ocorrida na última terça-feira mais uma rodada de negociação com o Secretário Municipal de Gestão, Tiago Dantas, O Subsecretário da Fazenda, Walter Cairo, e o Chefe da casa Civil, Moises Andrade, e a representação de dos sindicatos e associações, com três membros cada entidade. Após a apresentação de slides (em anexo) com gráficos sobre as projeções financeiras, receitas, despesas de cada setor do serviço público, o Secretário de gestão afirmou que “não é vontade política do reajuste ser zero, mas será necessário observar as condições financeiras e a evolução do segundo quadrimestre, para apresentar uma proposta de reajuste, ou não”. 

Informou também que os demais itens da pauta deverão ser discutidos em separado com o chefe de cada pasta.

Obs. As projeções financeiras da Prefeitura estão disponíveis neste site.

 

  1. Sobre o SMA:

Reunião ocorrida entre a direção da APLB e o secretário da educação, na última terça-feira para tratar especificamente sobre o SMA. A direção da APLB apresentou, com argumentos, todos pontos que vêm sendo questionados pela categoria e, após intenso debate, resultou no seguinte entendimento ao final daquela discussão:

DIALOGAR E FLEXIBILIZAR PARA APERFEIÇOAR:

1. Os professores e coordenadores pedagógicos que encontrarem dificuldades com o SMA devem registrar e encaminhar relatórios para a GRE, apontando sugestões para aperfeiçoamento, assim como outros fatores que interferem no processo;

2. O secretário da educação afirma que o SMA está sendo aperfeiçoado, e irá incorporar sugestões vindas das escolas, após análise pedagógica e viabilidade técnica;

3. Entre essas atualizações, o SMA passará a contar também com o registro por parte do professor “segundo regente” (P2);

4. O secretário da educação afirmou que a SMED promoverá formação continuada para os professores e coordenadores pedagógicos sobre a utilização do SMA e suas atualizações;

5. O secretário da educação reconhece a necessidade de “humanizar’ e reorientar a postura de alguns mediadores que apresentaram em seus discursos a ideia de punição ou retaliação à professores e coordenadores pedagógicos, sejam por parte da GRE ou do órgão central, portanto fica claro que não há orientação de punições.

6. O secretário de educação salienta que os prazos devem ser observados, mas concorda que situações atípicas serão avaliadas na intenção de corrigir as dificuldades.

 

ESSES PONTOS SUPRACITADOS FORAM APRESENTADOS, DISCUTIDOS E TRATADOS NA REUNIÃO DE REPRESENTANTES E LEVADOS À  ASSEMBLEIA GERAL DA REDE MUNICIPAL.

 

O QUE FOI APROVADO NA ASSEMBLEIA!

APÓS OS INFORMES APRESENTADOS PELA MESA DIRETORA E AS INTERVENÇÕES DE DIVERSOS COMPANHEIROS, FORAM AS PROPOSTAS APROVADAS POR MAIORIA, NA ASSEMBLEIA:

O ESTADO DE TENSÃO E RESISTÊNCIA!

COMBINANDO A LUTA POLÍTICA MAIS GERAL, COM A LUTA ESPECÍFICA!

AGENDA DE ATIVIDADES GERAIS, ESPECIALMENTE AS CONVOCADAS PELA FRENTE BRASIL POPULAR E CENTRAIS SINDICAIS E ESPECÍFICAS DA CAMPANHA SALARIAL:

MARCA DA CAMPANHA: LUTAR, RESISTIR, NUNCA DESISTIR!

LUTA EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA E CONTRA O FIM DA APOSENTADORIA!

 

  1. Dia 27/05 – 2ª feira Reunião da Mesa Permanente de Negociação da Educação;

  1. Dia 30/05 Paralisação da Educação municipal, dia 30/05, com participação no ato dos estudantes, com uma ala, portando as bandeiras gerais e especificas, às 10 horas, no Campo Grande.

  1. Dia 05/06, às 13 h Plenária Sindical e Popular de preparação para a Grave Geral, no Ginásio dos Bancários;

  1. Dia 06/06, às 14 h Lançamento do Comitê Baiano em Defesa da Previdência;

  1. 14/06 Greve Geral da classe trabalhadora Concentração na Rótula do Abacaxi 6h e 15h no Campo Grande;

  1. Semana de 03 a 07/06 Realizar reuniões com os pais e alunos para discutir a reforma da previdência, eleição para gestores, ao tempo em que deve convocá-los para participar das atividades da greve;

  1. Dia 03/06 – Realizar panfletagens, por polos convocando a comunidade escolar para greve geral contra a Reforma da Previdência;

  1. Exigir do Executivo Municipal o detalhamento da receita e despesa da educação;

  1. 04/06 Realizar reunião com os representantes de escola para discutir critérios para a Avaliação de Desempenho;

  1. 09/06, 13 às 21h30 – Forró da resistência da APLB- Sindicato, das na Casa da Itália;

  1. DIA MUNICIPAL DE LUTA Ação conjunta com os demais servidores. Reunir com os demais sindicatos para definir data. A educação discutirá a proposta de um ato no Iguatemi, dia 05/06.

  1. Continuar dando entrada em Mandado de Segurança, impetrado pela APLB, para a mudança de nível e o pagamento do passivo;

 

  1. ELEIÇÃO PARA GESTORES ESCOLARES:

Dar prazo até dia 30/05 para publicar o cronograma, com a realização da eleição até o mês de agosto;

 

  • SOBRE O SMA:

              Rejeitar o SMA, constituir uma comissão com a direção da APLB-Sindicato e um extrato de representantes de escola (contemplando todos os segmentos da categoria) para elaborar uma proposta com o objetivo de substituir a caderneta pela digital. A proposta deve ser encaminhada ao secretário da educação

  1. SOBRE A REPOSIÇÃO DAS AULAS POR CONTA DAS GREVES DOS DIAS 15/05 E 14/06 E DEMAIS PARALISAÇÕES:

As escolas devem discutir e programar as reposições de aula de acordo com a realidade de cada unidade e encaminhar para as GRE.

 LUTAR, RESISTIR, NUNCA DESISTIR!

NINGUÉM SOLTA A MÃO DE NINGUÉM!

TODOS JUNTOS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA DE BOLSONARO E ACM NETO E  QUE SIGNIFICA  O FIM DA APOSENTADORIA!

EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DOS DIREITOS DOS TRABALHADORES!

ANEXOS

 

 

 

Top