Opções

Ache fácil

Não somos parasitas! Declaração do ministro da Economia gera revolta entre entidades que representam os trabalhadores

Depois da vitória do filme sul-coreano “Parasita”, virou piada nas redes sociais o comentário de Paulo Guedes sobre os servidores públicos. O ministro da Economia atacou na última sexta-feira (7) trabalhadores do funcionalismo público brasileiro, chegando a compará-los com “parasitas”.

O flagrante desrespeito aconteceu durante palestra na Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV EPGE), aonde Guedes falou sobre as reformas administrativas que o governo pretende encampar e se posicionou contra o reajuste anual nos salários dos servidores já que, segundo ele, os trabalhadores já têm o “privilégio” de ter estabilidade e uma “aposentadoria generosa”.

A APLB exige respeito pelos servidores públicos e considera a comparação uma agressão gratuita e um insulto de alguém que deveria zelar pelo funcionalismo público.

A declaração do ministro da Economia gerou revolta entre diversas entidades que representam os trabalhadores.
Escolhido melhor filme pela Academia, “Parasita” aborda de forma surpreendente a desigualdade social no capitalismo da Coreia do Sul. O filme ganhou também os prêmios de melhor diretor, roteiro original e filme internacional.

#naosomosparasitas #guedesrespeiteoservidor. #aplbdeluta #aplbmerepresenta

Top