Opções

Ache fácil

Por Mariele, direitos e democracia, APLB marca presença em ato contra Bolsonaro no Campo Grande

A APLB-Sindicato marcou presença hoje (5) no ato nacional “Basta de Bolsonaro – Justiça por Marielle, Direitos e Democracia”. A manifestação organizada pela UNE, UBES, ANPG e as Frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular reuniu centenas de estudantes e representantes de entidades, pela manhã, na praça do Campo Grande, em Salvador.

Dirigentes da APLB reafirmaram a luta do sindicato em defesa do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), contra o desmonte da Educação pública promovido pelo governo. O coordenador-geral da entidade, Rui Oliveira, destacou o ato do dia 27 de novembro, em defesa do Fundo.

“A CNTE está chamando todos os trabalhadores da Educação do Brasil para que 27 de novembro seja o Dia Nacional de Luta em Defesa do Fundeb. Que possamos, nas câmaras de vereadores, assembleias legislativas do país, no Congresso Nacional, fazer sessões especiais para discutir uma coisa fundamental, que é o financiamento da Educação. A APLB estará presente nessa batalha”, disse Rui.

Para Marilene Betros, diretora da APLB e secretária de Educação da CTB nacional, “o que acontece hoje é muito grave, um retrocesso que não podemos admitir. A Educação precisa ser a mola propulsora do desenvolvimento de uma nação e isso não se faz da forma que Bolsonaro está fazendo. Tampouco se faz entregando a Educação à organizações sociais, como fez o governador Rui Costa, aqui na Bahia”, criticou.

Fotos: Getúlio Borba

Top